Não é sempre que uma prova da Triple Crown arranca logo no primeiro dia do período de espera, mas foi o que aconteceu com o Hawaiian Pro, a penúltima etapa do circuito QS de 2018.

As ondas não passavam de um metro, com bastante vento, o que afectou muito as condições. As famosas direitas que Haleiwa estavam com melhor formação mas as esquerdas, que só são surfadas com mar pequeno, ofereciam secções mais verticais e foi aí que muitas das notas altas do dia surgiram.

Os destaques do dia vão para nomes como Finn McGill, Mihimana Braye, Noe Mar McGonagle e principalmente Victor Bernardo, o pequeno brasileiro que “detonou” nas difíceis condições deste primeiro dia. Já o português Miguel Blanco estava na área, a “rezar” para que diversos surfistas faltassem às suas baterias, algo que não aconteceu.

Os portugueses Vasco Ribeiro e Frederico Morais estavam no round 2 e 3 respectivamente e apenas, fases que não foram à água. No entanto o primeiro, Vasco, ficou a conhecer a totalidade dos seus adversários, nomeadamente Adin Masencamp e Noe Mar McGonagle, que se juntam ao português e a Barron Mamiya no heat 8 do round 2.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários