Round 1 interrompido em Bells | Dia 1

publicado há 2 anos por 0

RIP-CURL-PRO-BELLS-BEACH-DIA-1-2015

Tal como em Snapper, o Rip Curl Pro Bells Beach arrancou logo no primeiro dia. E, novamente como em Snapper, preve-se um campeonato “duro” para a organização.

As ondas chegavam a um metro nos sets mas o swell só quebrava em Rincon, uma secção de Bells que quebra mais perto do rochedo e que se asemelha muito a Ribeira D’Ilhas. Apesar de também ser uma onda bastante longa é mais difícil de surfar e mesmo alguns dos antigos vencedores desta etapa “tremeram” e caíram para o round 2.

Logo no primeiro heat o rookie Wiggolly Dantas e o “jovem veterano” disputaram o primeiro lugar, com um mais apagado Taj Burrow um pouco mais atrás. Dantas mostrou que o seu backside é fortíssimo mas caiu perante o ataque “cirurgico” de Jeremy Flores que parece ter um estatuto diferente, mais de “underdog” e não de “topdog” como no passado mas claramente quer voltar a ocupar a posição de destaque que durante muito tempo ocupou.

Kelly Slater, John John Florence, Jordy Smith e Gabriel Medina cumpriram que se esperava deles, mas outros top seeds, além de Burrow, caíram. O novo team rider da Rip Curl e wildcard do evento, Mason Ho, mostrou que tem mesmo surf do WCT e fez a melhor manobra do dia, um aéreo reverse altissimo. Fanning e Patacchia responderam à altura, mas perderam por muito pouco.

Mas a maior surpresa foi no heat 2, Adriano de Souza x Brett Simpson x Kai Otton. O australiano, Otton, não fez o seu melhor surf e perdeu destacado enquanto que de Souza dominou desde os primeiros segundos, com um surf poderoso. Mas Simpson parece querer apagar os últimos 2 anos de maus resultado e virou o heat nas suas duas úlitmas ondas.

No heat 7 a maré já começava a dar de si e Kieren Perrow colocou a prova em stand by, mas as condições pioraram e o campeoato ficou por aí. Acompanha o próximo dia do Rip Curl Pro Bells Beach AQUI!

Comentários