Round 1 completo em condições difíceis em Ribeira D’Illhas | Allianz Ericeira Pro

publicado há 3 anos por 0

Allianz-Ericeira-Pro-Day-1

Como era esperado as ondas estavam bastante pequenas para o arranque do Allianz Ericeira Pro. Mas Ribeira D’Ilhas proporciona sempre algum tipo de espectáculo e este dia não foi excepção. A grande dificuldade dos competidores era a escolha entre o pico mais no outside, que tinha algumas secções bem manobráveis, e o do inside, mais rápido mas com mais parede.

Vasco Ribeiro não teve grandes dificuldades em se posicionar, “navegando” do pico até à areia para repetir o favoritismo que mostrou no primeiros dois dias da primeira etapa. A sua média, 16.15, não seria superada neste primeiro dia.

Mas houve outros competidores a fazer estas ondas de menos de meio metro parecerem maiores do que realmente estavam. Filipe Jervis foi um desses e mostrou mais uma vez que o seu backside está muito afiado, tendo acertado também um bom aéreo numa curta esquerda.

Tomás Fernandes, o campeão em título desta etapa, provou que a vitória no ano passado não foi um acaso e mostrou uma “mestria” no line up pouco vulgar, vencendo a sua bateria. Francisco Alves era um dos surfistas que se podia queixar das condições, que podiam beneficiar adversários mais leves, mas mostrou um ritmo competitivo muito elevado e mesmo sem ter conseguindo apanhar as melhores ondas, aproveitou-as muito bem.

Frederico Morais fez uma média mais baixa do que nos habituou em outras etapas, mas apenas porque quando o seu heat entrou na água as ondas já estavam muito pequenas. Mesmo assim venceu o seu heat com alguma distancia dos seus adversários e mantem-se como sério candidato à vitória.

Com a maré a encher as ondas começaram a escassear e a prova feminina, tal como o segundo round masculino, foi adiada para o dia seguinte. Para o segundo dia de prova espera-se uma ligeira melhoria no tamanho das ondas, fica a saber todas as novidades em www.onfiresurfmag.com e acompanha a prova em directo AQUI!

Comentários