Vasco Ribeiro e Frederico Morais continuam a impressionar no SATA Azores Pro presented by Sumol!

Depois de uma manhã em que tivemos apenas uma baixa neste Prime, a de Zé Ferreira no round 2, seguiu-se uma tarde de mais emoções pois voltámos a ver Morais e Ribeiro a competir, mas agora no round onde ninguém perde, o terceiro.

Frederico Morais foi o primeiro a entrar durante a tarde, logo no heat 2, e pela frente tinha Jack Freestone e Jesse Mendes. E todos estes tiveram pela frente uma bela “surpresa” açoriana, um dilúvio. São Miguel é a ilha onde acontecem as quatro estações num dia e, depois de uma manhã de Verão, Morais e os dois surfistas do seu heat viram-se debaixo uma verdadeira tempestade de Inverno com chuvas e on-shore fortes. Quem se adaptou melhor às condições foi mesmo Freestone que aproveitou o onshore para dar um dos mais abusados aéreos reverse de backside da competição e receber um 8.17. Morais surfou bem mas não apanhou as ondas com o potencial para abusar como tem feito até aqui, acabando o heat em terceiro. No entanto, se há heat onde pode haver um vacilo é este pois ninguém perde. Morais está agora no round 4 onde, logo no primeiro heat, irá defrontar Patrick Gudauskas!

Entretanto a tempestade parou e o mar ficou simplesmente divinal, uma verdadeira banheira de “azeite” e onde o sol voltou a brilhar novamente com força, o que voltou a tornar as ondas altamente manobráveis! Vasco Ribeiro tinha Tomas Hermes e (novamente) Matt Banting pela frente, e o surfista da Poça voltou a mostar que está nos Açores para impressionar tudo e todos! Depois de umas ondas médias, Ribeiro meteu um explosivo 8.33 graças. A este juntou um 7.50 como segunda melhor onda, e os responsáveis por essas notas foram o seu power e o seu jogo aéreo, que Vasco usou neste evento pela primeira vez, mas agora de frontside, deixando Hermes e Banting a necessitarem de uma nota excelente para passarem directos para o round 5. Desta forma, Ribeiro salta o round 4 e encontra-se no round 5 à espera do seu adversário (Tomas Hermes ou Santiago Muniz).

Já com este resultado, Vasco Ribeiro vai dar uma subida gigante no top 100 do WQS e isso significa que um lugar no Prime de Cascais, a sua casa, já ninguém lhe tira.

Espera-se uma descida de mar para amanhã pelo que haverá possibilidade do evento não se realizar. Pelo sim pelo não vamos estar todos atentos pois Morais será o primeiro a entrar na água e temos de apoiá-lo novamente. Carrega aqui a partir das 9h para ver o que se vai passar!

Força Morais, força Ribeiro!!!!

(Destaques do dia 2 do SATA Azores Pro, com direito a ondas de Morais e Ribeiro)

 

Comentários

Os comentários estão fechados.