Os eventos da Vans Triple Crown of Surfing são, por norma, as etapas do circuito de qualificação com maior afluência de surfistas do World Tour. Mas havia um “ilustre” WTier que não competia em Haleiwa desde 2004, Kelly Slater. O campeão do mundo normalmente foca-se no Pipe Masters pois quase sempre chega ao Havai a disputar o título.

2012 não foi excepção no que toca a disputar o primeiro lugar do ranking mas Kelly abriu uma excepção e apareceu para competir no Reef Hawaiian Pro. O seu heat foi precisamente o que se esperava, domínio completo e uma das melhores performances do ano. Em segundo lugar no seu heat, graças a uns snaps potentes, ficou o veteraníssimo Sunny Garcia, que deixou o competitivo brasileiro Jesse Mendes em terceiro neste heat.

O mar mudou muito ao longo deste dia de prova, começou com ondas de quase um metro e meio típicas de Haleiwa e acabou com um metro no máximo e picos mais parecidos a Rocky Point. Quando Sunny Garcia disputou o primeiro lugar da finalíssima do evento Clash of the Legends, as condições já não lhe iam de feição. Garcia teria até perdido este heat se o resultado não combinasse as pontuações do heat do dia anterior com as deste pois qualquer um dos seus adversários (menos Tom Curren) mostrou mais surf. Occy fez manobras que pareciam retiradas do clássico filme da Billabong “The Green Iguana” e Kaipo Jaquias destruiu em duas bombas. Mas teriam de se contentar com o segundo (Kaipo) e terceiro (Occy) lugares, pois Sunny foi o grande campeão!

Tiago Pires entrou mais cedo, no terceiro heat do dia, contra Travis Logie, Alain Riou e Nat Young. O português apanhou poucas ondas boas mas logo no início fez uma pontuação sólida graças a uma direita com uma batida forte no lip e algumas rasgadas. Infelizmente só muito perto do fim é que apanhou uma esquerda que lhe deu o segundo lugar, graças a alguns snaps e uma batida. Mas assim deixou Nat Young no pico liberto para apanhar uma direita e fazer a nota que precisava para voltar ao segundo lugar. E foi isso que aconteceu mas, mesmo assim, Tiago conseguiu alguns pontos no ranking pois substitui a sua pontuação mais baixa de 350 por uma de 700!

No fim do dia, já com condições mais ao estilo de Rocky Point, Gabriel Medina não viu adversários e graças aos seus aéreos abusados para a esquerda conseguiu duas notas com mais de 8 pontos.

A prova parou depois de terminar o segundo heat do round de 32 e deve voltar dentro de horas. Acompanha esta prova que poderá começar a partir das 17:30 AQUI!

YouTube Preview Image
Comentários

Os comentários estão fechados.