Razia quase total da “Armada Lusa” em Lacanau | Dia 4

publicado há 2 anos por 0

RAZIA-QUASE-TOTAL-ENTRE-OS-PORTUGUESES-EM-LACANAU

Depois de mais um lay day, o Sooruz Lacanau Pro, QS 3.000, voltou à água. As condições rondavam um metro, inicialmente com boas direitas apesar de serem um pouco mais rápidas do que seria de desejar, obrigando os competidores a fazer manobras não tão críticas.

O primeiro português a entrar em prova no round 2 foi Pedro Coelho que fez um heat sólido mas como não conseguiu apanhar ondas com a mesma qualidade que as dos seus adversários acabou eliminado em quarto lugar.

Seguiu-se Miguel Blanco que conseguiu impor o seu surf nas rápidas direitas, passando em segundo lugar à frente do havaiano Eala Stewart e do argentino Tomas Lopez Moreno.

Guilherme Fonseca continuou com as boas prestações nacionais, vencendo o heat e deixando o conhecido free surfer inglês, Reubyn Ash, em segundo lugar.

Pouco depois dois portugueses encontraram-se no mesmo heat, Vasco Ribeiro e Eduardo Fernandes, que tinham como adversários o tahitiano O’Neill Massin e o aussie Jackson Baker. Eduardo parece ter ganho novo ânimo depois da sua vitória na Liga MOCHE e fez um excelente heat. De backside conseguiu encaixar vários snap e pauladas antes das suas ondas fecharem, conseguindo fazer notas de 7.5 e 6.03. No fim do heat também O’Neill conseguiu pontuar ficou com duas notas altas, vencendo a bateria. Vasco Ribeiro surfou bem mas ficou a uma manobra mais arriscada de passaer, já que as suas ondas não davam para mais do que fez, para passar, e tornou-se na mais surpreendente eliminação lusa da fase.

João Kopke e Tomás Ferreira tinham dois australianos pela frente no penúltimo heat da fase, Dean Bowen e Riley Laing. Dean é um veterano que já chegou a ter um wildcard para participar numa etapa do WCT (Mundaka, em 2009) e usou toda a sua experiência para vencer o heat, deixando Kopke num sólido segundo e Tomás eliminado em 3º.

Luís Perloiro seria eliminado no último heat da fase, perdendo para Elliot Paerata-Reid da Nova Zelândia, e Alonso Correa do Peru. Perloiro mostrou bom surf ao longo do heat e no fim apenas precisava de repetir o seu último score, 4.17, para avançar mas não teve oportunidade de o fazer.

Perloiro bateu vertical de backside mas infelizmente ficou a precisar de mais manobras destas para passar o heat.

Perloiro bateu vertical de backside mas infelizmente ficou a precisar de mais manobras destas para passar o heat.

Aos 4 classificados para a fase seguinte juntava-se Tomás Fernandes, pré classificado para o round 3. Foi uma fase que acabaria por correr bastante mal aos surfistas portugueses, que encontraram dificuldades em “combater” as ondas que entretanto se tinham tornado mais pequenas e moles.

No heat 6 apenas 0.7 separaram o primeiro e quarto classificados, e infelizmente seria Miguel Blanco a ficar para trás. Todos os competidores encontraram dificuldades em encontrar ondas “decentes” nesta bateria e Blanco, apesar de ter fechado com a melhor nota do heat, acabava por ser eliminado.

Miguel Blanco ficou a necessitar de uma segunda onda boa para passar para a próxima fase.

Miguel Blanco ficou a necessitar de uma segunda onda boa para passar para a próxima fase.

Guilherme Fonseca ficaria igualmente perto de avançar no heat 7, uma bateria contra Natxo Gonzalez, Shane Campbell e Willian Allioti. No fim da bateria o surfista de Peniche apenas precisava de uma nota de 4.71 mas apenas conseguiu 4.67.

Entretanto o “renovado” Eduardo Fernandes continuou com as suas grandes performances e venceu o seu heat, batendo Robson Santos, Charly Quivront e Saxon Lumsden.

Tomás Fernandes também mostrou potencial de avançar, abrindo a sua prestação com uma onda de 6.4. A partir daí optou por esperar por uma onda boa mas nada apareceu e teve de tentar fazer o seu back up com ondas medíocres. Os seus adversários, principalmente o regressado ao QS Abdel El Harim, conseguiram transformar melhor os seus back ups fracos em notas ligeiramente mais altas e o surfista da Ericeira acabou eliminado a precisar de apenas 3.84.

No round 4 já estavam Pedro Henrique e Zé Ferreira, que terão como adversário Eduardo Fernandes e ainda Harry Timson. O Sooruz Lacanau Pro deverá voltar amanhã e podes assistir a tudo ao vivo AQUI!

Comentários