Depois das terríveis condições do dia anterior, as expectativas de boas ondas para o Billabong Rio Pro eram poucas mas foram rapidamente superadas. O mar continuava com o mesmo tamanho mas ligeiramente mais “limpo”.No meio de muitas “fechadeiras” havia alguns tubos e não haveria ninguém melhor que os 32 do WCT para os aproveitar.

De facto, apesar de pelo meio se ter visto a sua dose de carves e aéreos, os tubos foram decisores neste dia. O grande destaque da terceira fase foi Kelly Slater que deu três tubões (e alguns airs) “à lá backdoor” e acabou com a média de 19.57! Apesar de Slater e outros de topo se terem destacado, a verdade é que a sorte foi um factor grande neste dia, colocando surfistas de níveis diferentes em pé de igualdade.

Que o diga Glenn Hall, que com alguns tubos de backside acabou por despachar Joel Parkinson nesta fase. De facto todos os rookies avançaram nesta fase, Filipe Toledo eliminou Josh Kerr, Nat Young tratou de Jeremy Flores e finalmente Sebastian Zietz mostrou-se perigosíssimo ao vencer um heat difícil contra Julian Wilson.

As duas fases seguintes viram o melhor surf de toda a prova, e apuraram oito surfistas para os quartos de final. As grandes revelações desta fase são as presenças de Sebastian Zietz e Filipe Toledo e ainda do vencedor da etapa passada, Adriano de Souza. Este brasileiro está num ritmo incrível e parece ter tudo para chegar ao primeiro lugar do ranking. No entanto também Kelly, Mick e Jordy estão em prova e ainda dois perigosos goofies, Gabriel Medina e Adrian Buchan. Tendo dito isto, fica a garantia que estes quartos de final vão “pegar fogo”! Acompanha tudo em directo no canal FUEL TV ou, caso não estejas em frente à televisão, carregando aqui!

Heats os quartos de final:
QF 1: Adriano de Souza (BRA) vs. Kelly Slater (USA)
QF 2: Adrian Buchan (AUS) vs. Gabriel Medina (BRA)
QF 3: Sebastian Zietz (HAW) vs. Mick Fanning (AUS)
QF 4: Filipe Toledo (BRA) vs. Jordy Smith (ZAF)

(Os highlights do dia)

YouTube Preview Image
Comentários

Os comentários estão fechados.