O Quiksilver Open, prova QS de 1.000 pontos a contar para o ranking de qualificação da WSL, arrancou hoje, em Fistral Beach com ondas pequenas mas bastante consistentes.

O round 1 da prova não tinha qualquer surfista luso presente e não teve nenhuma prestação digna de nota. O nível de surf aumentou de imediato quando o round 2 começou, com surfistas como Leon Glatzer, Dorian Gomez e Gony Zubizarreta a obrigarem os juízes a aumentar a escala.

Os portugueses só se estrearam no round 3 e o primeiro na água foi Eduardo Fernandes, que passou num sólido segundo lugar atrás de Dylan Groen. Logo de seguida Pedro Coelho estava numa das baterias mais difíceis do dia, com Jay Quinn, Reubyn Ash e Mark Harris como adversários. Como já se esperava que Jay, um surfista que já esteve muito perto da qualificação para o Championship Tour, vencesse a bateria e foi o que fez com uma nota de 7.07 e um back up de 5.93, enquanto que Coelho conseguiu destacar-se dos locais Ash e Harris, passando também é segundo lugar.

Poucas horas mais tarde seria a vez de Pedro Henrique conseguir a única vitória lusa do dia, deixando o nipónico que fez a melhor nota da fase, Kairi Noro, em segundo lugar. Infelizmente pouco depois a “Armada Lusa” sofria a única derrota do dia. João Moreira fez uma média de 11 pontos, que seria suficiente para vencer ou passar em segundo em 9 dos 16 heats desta fase. No entanto os seus adversários Dean Vandewalle e Marco Mignot pontuaram mais alto e avançaram, deixando ainda Gony Zubizarreta em 4º lugar.

O Quiksilver Pro regressa amanhã, acompanha a evolução desta etapa em directo AQUI!

Heats com surfistas portugueses
Round 4

Heat 3 | Dorian Gomez x Dylan Groen x Pedro Coelho x Noah Capps
Heat 4 | Logan Nicol x Eduardo Fernandes x Jay Quinn x Daiki Tanaka
Heat 5 | Justin Becret x Pedro Henrique x Dale Foster x Kaiki Yamanaka

Prova feminina
Round 2
Heat 4 | Yolanda Hopkins x Emeli Currie x Bonita Whitelock +1
Heat 7 | Eveline Hooft x Laura Coviella x Francisca VeselkoLauren Sandland

Comentários