As ondas mais uma vez estavam abaixo do que se esperava a nível de qualidade, mas os melhores competidores do circuito aproveitaram bem as condições.

As longas direitas de Ballito foram substituídas por esquerdas e direitas com formação duvidosa mas algumas secções bem “pontuáveis”. Os destaques da primeira fase foram Jacob Willcox, Thiago Camarão e Yadin Nicol, todos vencedores dos seus heats com médias altas.

No último heat desta fase estava Pedro Henrique que tinha como adversários dois havaianos, Mason Ho e Cody Young, e o brasileiro Flavio Nakagima. Mason e Cody começaram melhor mas foi um heat de notas baixas e os seus adversários deram a volta ao resultado a partir de metade da bateria. Pedro abriu a sua prestação com uma nota de 5 pontos e quando fez uma esquerda com três manobras muito fortes e juntou a nota de 6.5 ao seu score acabou por dominar o heat. Flavio arriscou algumas manobras arriscadas e conseguiu garantir o segundo lugar atrás do surfista de Cascais.

Logo de seguida a prova passou para o pico principal de Ballito e arrancou com o round 2, onde já se encontrava Frederico Morais. Os adversários do primeiro surfista do Championship Tour a competir neste dia de prova eram o brasileiro voador, Krystian Kymerson, e ainda Michael February e Jorgann Couzinet. Como se esperava, Kymerson tentou voar logo desde o início e agarrou a liderança do heat, recebendo inclusive a nota de 9 pontos por um aéreo reverse full rotation, enquanto que Morais respondeu com uma direita com duas batidas e um reentry forte para conseguir a nota de 5.5.

Entretanto foi caindo para quarto lugar, até que começou a ganhar ritmo, fazendo primeiro uma onda com duas manobras fortes para receber 5.97 pontos e logo de seguida mais uma direita com uma batida a soltar o tail, uma boa rasgada e um reentry para terminar, recebendo a nota de 6.27, o que o passou para o segundo lugar. Entretanto February, que já tinha uma nota de 7 a contar, conseguiu mais uma nota forte, de 6.83, o que lhe deu o primeiro lugar, empurrando Kymerson para segundo e Morais para terceiro, a precisar de 6.57.

Nos últimos minutos Kikas foi perseguido pelos dois primeiros classificados nesta bateria, tendo surfada uma onda possivelmente só para se afastar deles. O português ainda apanhou mais uma onda e deu uma forte batida e um snap mas a onda “morreu” entretanto e não lhe deu potencial para fazer a nota que precisava, sendo assim eliminado em 3º lugar.

Também em prova neste round está Vasco Ribeiro, no heat 20, mas o Ballito Pro poderá não chegar a essa bateria neste primeiro dia. Acompanha tudo em directo AQUI!

Heats com portugueses:
Round 2
Heat 20 |
Ian Gouveia x Ricardo Christie x Vasco Ribeiro x  Yadin Nicol
Heat 22 | Ethan Ewing x Victor Bernardo x Dimitri Ouvre x Pedro Henrique

Comentários

Deixar uma resposta