Pedro Henrique vence em Casablanca e garante o título Europeu para Portugal

publicado há 1 ano por 0

QUIKSILVER-PRO-CASABLANCA-DIA-5-2015

O Quiksilver Pro Casablanca não foi uma etapa positiva para os portugueses que marcaram presença em Marrocos, excepto no caso de Pedro Henrique. O ex-campeão mundial júnior recentemente naturalizou-se português e muito rapidamente marcou presença no podium com a nossa bandeira.

“Pedrinho” foi o último dos portugueses a entrar em competição e o seu primeiro heat foi o único que não venceu, sendo batido pelo brasileiro Raphael Seixas. A partir daí foi sempre a “varrer” heats! No round 3 bateu Oney Anwar, Andy Criere e Caiden Fowler. Seguiu-se o round 4, em que derrotou Mateia Hiquily, Vicente Romero e Nelson Cloarec e avançou para os quartos de final man-on-man.

Oney Anwar e Lliam Mortensen foram os próximos a cair, nos quartos e meias finais e o seu adversário na final era Gatien Delahaye, da ilha Guadalupe. Ao chegar à final o tão desejado título Europeu já era seu, uma vitória quase inédita para Portugal.

Este título é disputado desde o início dos anos 90 e no primeiro ano um surfista português, João Alexandre “Dapin”, ficou muito perto de o conquistar. No final foi um inglês, Spenser Hargreaves, que conseguiu acabar no topo e roubar este (na altura) importante título ao surf português.

João Antunes e Rodrigo Herédia também chegaram a estar numa disputa séria pelo título europeu profissional, na altura chamado EPSA mas só em 2004 é que Justin Mujica, outro surfista que não nasceu em Portugal mas eventualmente escolheu a nacionalidade do seu país adoptivo, conseguiu trazer a taça pela primeira vez para Portugal.

E agora Pedro Henrique fez o mesmo e, mais importante, venceu a final garantindo a primeira vitória portuguesa no QS desde Tiago Pires em 2012 na Canárias. A sua vitória garantiu-lhe mais 1.000 pontos no ranking e uma subida de 8 lugares, ocupando agora a 42º posição, a melhor entre os competidores que não tiveram acesso aos eventos QS 10.000 no primeiro semestre do ano! Parabéns Pedro Henrique!

Comentários