Pedro Henrique leva bandeira portuguesa até round 5 em Lacanau

publicado há 7 meses por 0

Lacanau-Pro-Final-Day-Pedro-Henrique

O último português em prova no Médoc Océana Lacanau Pro, Pedro Henrique, não conseguiu passar o seu heat no último dia deste QS1500.

Tal como nós, acreditamos que todos, surfistas incluídos, esperavam uma melhor performance da armada nacional neste QS. Infelizmente, competição é feita de altos e baixos, e as águas francesas não se revelaram as melhores.

No último dia de competição, apenas Pedro Henrique defendia a nossa bandeira e entrou logo na água no segundo heat do dia (round 5). Pela frente tinha Joan Duru, Andy Criere e Nomme Mignot, um verdadeiro batalhão Napoleónico! Henrique acabou por não conseguir encontrar as ondas com potencial para mostrar o seu surf e a sua média acabou por ficar longe da dos dois vencedores, Joan Duru e Andy Criere.

Para surfistas como Henrique, que estão já nos 100 primeiros do QS e por isso no útlimo campo de batalha para a qualificação, a vitória num QS1500 é quase mais obrigatória pois qualquer resultado abaixo deste acaba por não ter expressão nas contas finais e os pontos conseguidos são praticamente os mesmo que recebem ao entrarem logo no primeiro round de um QS10.000.

Isto não quer dizer que os QS1500 sejam fáceis, principalmente quando acontecem nesta altura na Europa pois são vários os competidores de topo não europeus que viajam mas cedo para cá para se ambientarem e prepararem para os QS6000 e QS10.000 que acontecem até Setembro entre águas portugueas, francesas e espanholas.

O evento acabou por ser vencido Joan Duru numa final em que quase deixou o brasileiro Lucas Silveira em combinação. O francês Duru, além de ter deixado os locais de Lacanau em euforia, angaria assim preciosos pontos para a sua campanha rumo ao WT.

O próximo evento do QS a acontecer e onde haverá mais uma vez uma fortissíma presença nacioanl é o Pro Anglet, também este um QS1500 e que começa já no dia 24 de Agosto.

Comentários