Depois de um dia mais pesado, as ondas baixaram e acertaram no Cabreiroá Pro Zarautz Basque Country, prova QS 1.500 realizada em Zarautz, País Basco.

Na categoria masculina ainda havia 4 surfistas lusos em prova e o primeiro na água foi Francisco Almeida, que tinha como adversários Lens Arancibia Avila, Aboubakar Bouaouda e Jorgann Couzinet. Almeida surfou bem e passou em segundo lugar no seu heat, empatado com Lens e ligeiramente à frente de Jorgann, que fez uma nota de 7.5 pontos mas, devido a uma interferência terminou em quarto lugar.

Na bateria seguinte Guilherme Fonseca fez duas boas ondas e acabou com uma média que lhe teriam dado a qualificação em muitas das baterias desta fase. Infelizmente para ele tinha como adversários Aritz Aranburu e Jonathan Gonzalez e, por muito pouco, foi eliminado em 3º lugar. Também outro representante do nosso país Halley Batista, caiu nesta fase, apesar de ter sido um dos destaques ao longo da prova.

Para terminar a fase Pedro Henrique mostrou grande forma e bateu três franceses de alto nível, Nomme Mignot (2º), Tristan Guilbaud (3º) e Paul Cesar Distinguin (4º), com notas de 8.73 e 6.27. “Pedrinho” tem andado “desencontrado” dos resultados que mostrou no passado mas nesta prova mostrou que está de volta ao seu melhor nível. No round 5 venceu novamente, batendo Mathis Crozon, Jonathan Gonzalez e Arne Bergwinkl, para avançar para os quartos de final man-on-man. Aí acabou eliminado por um surfista que já tinha batido, Nomme Mignot, mas terminou num honroso 5º lugar.

Na categoria feminina Teresa Bonvalot apagou a prestação menos importante do dia anterior para avançar para os quartos de final com uma vitória sobre Ellie Turner, Vahine Fierro e Eveline Hooft. Já Carol Henrique também surfou muito, vencendo a bateria com a melhor nota da fase, 9 pontos, enquanto que Yolanda Hopkins avançou em segundo lugar numa bateria em que Camilla Kemp foi eliminada.

Na fase seguinte, o round de 16, viu-se um confronto que acontece com grande regularidade na Liga MEO Surf, Teresa Bonvalot VS Yolanda Hopkins. Hopkins é a mais nova das duas e já tem algumas vitórias sobre a surfista de Cascais mas foi Bonvalot que mais uma vez foi bem sucedida e avançou para as meias finais. Também eliminada, terminando em 5º lugar como Yolanda, ficou Carol Henrique, que perdeu numa bateria de notas altas para a israelita Anat Lelior.

Para o dia final ficam as meias finais masculinas e femininas. Teresa Bonvalot terá como adversária Leticia Canales Bilbao na primeira meia final da prova feminina. Acompanha e evolução desta prova AQUI!

Comentários