Terminou mais uma etapa do circuito QS, o Vans Surf Pro Classic. Esta etapa QS 1.500 realizada em Lamberts Bay, África do Sul, atraiu dois surfistas portugueses, mas apenas um deles passou do primeiro round.

Pedro Coelho passou bem o seu heat do round 1, e estava determinado em não ficar por aí. Na fase seguinte o surfista da Linha do Estoril continuou a avançar, virando o seu heat com duas boas ondas bem perto do fim e eliminado Connor Lyons da Austrália e Max Elkington, da África do Sul.

No round de 16 Pedro seria eliminado numa das melhores baterias da fase. Beyrick De Vries foi o vencedor deste heat, seguido de Luan Carvalho e tanto Coelho como o ex-top do CT, Ricky Basnett, ficaram de fora.

O grande vencedor desta prova foi o local Matthew McGillivray, que esteve num nível acima de todos os outros desde o início. Ao longo dos dias de prova McGillivray fez notas excelentes em todas as baterias, incluindo duas notas 10 e vários 9s e 8s. Os competidores do QS, incluindo Coelho e “Neco” Pyrrait, seguem agora para o Jordy Smith Cape Town Surf Pro Presented by O’Neill, uma prova QS 1.000, que se realiza em Cape Town, África do Sul.

Comentários