Os portugueses chegam ao Havai com circunstancias diferentes às que apresentavam em 2016. No ano passado Vasco Ribeiro chegou à primeira etapa da Triple Crown of Surfing, o Hawaiian Pro, como alternate e acabou por conseguir vaga no main event.

A oportunidade foi bem aproveitada e o surfista da Poça foi demolidor nos seus primeiros três heats, perdendo apenas no round 4. Em 2017 Ribeiro surge na mesma prova numa situação semelhante à de Frederico Morais no ano passado, a precisar de dois resultados muito sólidos para conseguir a qualificação, algo que também está bem ao seu alcance.

Também Frederico surge no Havai numa situação completamente diferente à da temporada anterior. O surfista de Cascais está já qualificado para o Championship Tour de 2018 e de olho no prémio de rookie do ano, uma “divisão” que lidera. No circuito QS Kikas está em 13º lugar, a um passo de ser double qualifier, ou seja, poderá também conseguir a qualificação via qualifying series, apesar de não precisar dos pontos.

Também em prova, nesta etapa que começa dentro de dois dias, está o líder do ranking do Championship Tour, John John Florence, enquanto que o seu maior adversário ainda se encontra no Brasil, mas poderá colocar “todas as suas fichas” nos treinos em Pipeline.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Heats com surfistas portugueses:
Round de 96
Heat 12 | Deivid Silva x Vasco Ribeiro x TBD

Round 2
Heat 5 | Frederico Morais x Yago Dora x TBD

Entretanto, do outro lado do planeta, mais 5 surfistas lusos também se preparam para vestir as lycras de competição. Tomás Fernandes, Miguel Blanco, Jácome Correia e Luis Perloiro têm vaga garantida no Jeep International Hainan Surfing Open, uma prova QS 3.000 situada na China.

Comentários