Os heats dos portugueses no decisivo Prime de 2014

publicado há 3 anos por 0

Vans-World-Cup-2014-Heats

Começa já daqui a dois dias, e a armada lusa está preparada para aquele que é, agora, o mais importante campeonato do ano! Isto porque será o último evento Prime de 2014 e, como tal, irá definir o futuro dos surfistas do WQS para 2015. Alguns poderão encontrar o caminho para a elite do surf mundial em Sunset – nesta posição encontram-se os cinco portugueses em prova (podes rever o que necessitam para tal aqui) – enquanto outros poderão ver o sonho de chegar ao WCT fugir-lhes na derradeira etapa.

À mistura estarão novamente vários surfistas do WCT que procurarão aqui garantir a sua permanência na elite via este circuito, apesar desses ainda terem mais uma hipótese, esta via a última etapa do WCT que acontecerá em Pipeline uns dias mais tarde. Este é exactamente o caso do único português presente na elite, Tiago Pires, que depois de um resultado que o ajudou a escalar o ranking WQS em Haleiwa, procurará certamente refazer o seu grandioso feito de 2000, quando terminou este mesmo evento em 2º lugar (só perdeu para Sunny Garcia), resultado esse que lhe valeu o título de Rookie of the Year da Triple Crown, um título que apenas outro surfista português teve, recentemente, o prazer de conquistar…

Frederico Morais, o português melhor rankeado no WQS neste momento (34º), é também aquele que melhor conhece Sunset – foi no ano passado que conseguiu um excelente 4º lugar e o prestigiado título de Rookie of the Year da Triple Crown – e procurará nesta etapa um resultado semelhante e que o poderá colocar na elite do surf mundial já em 2015, apesar de apenas o primeiro lugar lhe dar a qualificação imediata, sendo que do 2º ao 4º lugar ficará dependente de resultados de outros.

O campeão mundial júnior, o português Vasco Ribeiro, necessitará do melhor resultado possível pois só a vitória em Sunset lhe poderá dar acesso ao WCT já em 2015 mas mesmo com este resultado ficará a depender de resultados de outros. Para Nicolau Von Rupp e Ferreira, os outros dois portugueses presentes no Vans World Cup, o panorama é exactamente o mesmo que o de Ribeiro.

Os cinco portugueses no Hawaii mostraram em Haleiwa, graças às suas brilhantes prestações, que o nosso “cantinho” europeu está a produzir uma geração muito forte e que cada vez mais prova que é será uma questão de tempo até ultrapassar a barreira do WQS.

Os seus heats para o VANS World Cup já são conhecidos e são os seguintes:

Round 128 | Heat 4 | Ezekiel Lau x Vasco Ribeiro x Dylan Goodale x Kevin Sullivan
Round 128 | Heat 8 | Jiron Jabour x Nicolau Von Rupp x Joshua Moniz x Billy Kemper
Round 128 | Heat 10 | Frederico Morais x Thomas Woods x Noe Mar McGonagle x Landon McNamara
Round 128 | Heat 15 | Marc Lacomare x Zé Ferreira x Cory Arrambide x Isaiah Moniz
Round 64 | Heat 12 | Bede Durbidge x Tiago Pires x 1.12 x 1.11

Falta muito pouco para voltarmos a apoiar os portugueses do outro lado do mundo – algo que podes fazer aqui – e para os ver (novamente) a escrever História no grande livro do Surf Mundial!

(Teaser do Vans World Cup 2014)

 

Comentários