Os destaques da dia 1 do Allianz Sintra Pro

publicado há 12 meses por 0

Tiago Pires tem boas hipóteses de vencer esta etapa. Photo by Pedro Mestre / Liga MOCHE
Tiago Pires tem boas hipóteses de vencer esta etapa. Photo by Pedro Mestre / Liga MOCHE

Pelo segundo ano consecutivo a Liga MOCHE passou na Praia Grande, em Sintra, para o Allianz Sintra Pro. As ondas rondavam o meio metro, com alguns sets maiores.

Tudo começou com uma surpresa, a vitória do “grom” dos Açores, Jácome Correia, sobre Zé Ferreira, um dos favoritos para vencer o evento. Seguiram-se as vitórias de João Moreira, Tomás e Eduardo Fernandes, e João Kopke, que tiveram pouco de surpreendente.

Tomás Fernandes finalizou as suas ondas com projecção, o que lhe garantiu uma vitória fácil. Photo by Pedro Mestre / Liga MOCHE

Tomás Fernandes finalizou as suas ondas com projecção, o que lhe garantiu uma vitória fácil. Photo by Pedro Mestre / Liga MOCHE

A outra surpresa, pela negativa, surgiu no heat 6. Frederico Morais, que parece ter encontrado o seu ritmo no QS, na Liga aparentou estar a abrandar ligeiramente. Depois de perder no round de 16 no Porto, Kikas surpreende por não vencer o seu heat, já que o primeiro lugar ficou para o surfista brasileiro agora radicado no Porto, Elohe Alvarez. Morais ficou em segundo mas tanto Francisco Almeida como André Pedroso acabaram bastante perto da sua posição.

O júnior Luís Perloiro foi um dos primeiros do dia a fazer uma bateria com duas notas fortes, graças a um surf de frontside fortíssimo nas esquerdas que nessa fase da maré começavam a acertar.

LM4_2

Luís Perloiro, on the rise. Photo by Pedro Mestre / Liga MOCHE

Pedro Henrique fez um heat sólido também, deixando Francisco Alves, que apostou nas direitas que não tinham tanto potencial, em segundo e Salvador Couto em 3º.

Foi nesta altura que a prova feminina, que tinha aberto do dia competição, entrou novamente na água pois havia alguma urgência em acabar esta parte do campeonato. Isto porque algumas competidoras estavam em vias de arrancar para o México para uma prova do QS. As grandes surpresas da categoria feminina até aqui foram a ausência da bi-campeã nacional, Teresa Bonvalot, e a presença de Beatriz Santos nas meias-finais femininas man-on-man. A sua adversária, e vencedora do heat, foi Carol Henrique, enquanto que Carina Duarte venceu o seu confronto com Camilla Kemp e também garantiu uma vaga na final.

LM4_4

Carina Duarte ainda não venceu este ano mas está em grande forma. Photo by Pedro Mestre / Liga MOCHE

A categoria masculina regressou e Pedro Boonman foi um dos surfistas que deu cartas! “Boon” é um grande free surfer mas raramente se dá bem em competição. Desta vez o tempo que tem investido em treinos deu frutos e bateu Miguel Blanco com ondas de 6 e 7 pontos, num heat muito bem gerido.

Vasco Ribeiro está em grande forma. Photo by Pedro Mestre / Liga MOCHE

Vasco Ribeiro está em grande forma. Photo by Pedro Mestre / Liga MOCHE

Tiago Pires também se encontrou nas esquerdas “do Morto” e venceu a sua bateria com muita autoridade. Já a performance do dia vai para Vasco Ribeiro que com um backside muito afiado fez a melhor onda do dia, recebeu 9 pontos e ainda a melhor média do dia.

Ainda antes de ficar de noite Carol Henriques venceu mais uma final, a sua 3º consecutiva, o que a coloca numa excelente posição para vencer o título.

Carol Henrique, 3 vitórias de seguida. Photo by Pedro Mestre / Liga MOCHE

Carol Henrique, 3 vitórias de seguida. Photo by Pedro Mestre / Liga MOCHE

O Allianz Sintra Pro regressa amanhã a partir das 10 horas. Acompanha tudo em directo AQUI!

Comentários