Morais termina em 5º lugar no Essential Costa Rica Open | Ewing vence

publicado há 8 meses por 0

morais-em-5-no-essential-costa-rica-open

Terminou mais uma etapa do QS, o Essential Costa Rica Open. Dos 5 surfistas portugueses em prova, 3 chegaram ao round de 16, Vasco Ribeiro, Tomás Fernandes e Frederico Morais.

Com ondas melhores que nos dias anteriores acção retomou e Tomás Fernandes foi o primeiro a competir, logo no heat 1 contra Ethan Ewing, Noe Mar McGonagle e Luke Dillon, num dos mais competitivos heats da fase. Tomás ficou perto de conseguir uma nota sólida para entrar nesta disputa numa direita em que fez algumas manobras fortes mas infelizmente não conseguiu aterrar de um floater pesado no fim. Com dificuldades em apanhar secções críticas o surfista a Ericeira acabou eliminado a precisar de uma nota de 7.33.

No heat seguinte estavam os outros dois surfistas lusos, que fizeram baterias muito diferentes. Frederico Morais abriu a sua prestação com uma nota de 6.83 pontos e acabou com 7.27, vencendo a bateria. Vasco Ribeiro foi quem apanhou mais ondas, mas não conseguiu fazer o seu melhor surf e acabou eliminado em 4º lugar enquanto que Jordy Collins ficou em 2º e Santiago Muniz em 3º.

A fase seguinte eram os quartos de final man-on-man e Morais teve como adversário o surfista mais perigoso do evento, Ethan Ewing. O australiano ocupa uma vaga no top10 há alguns meses e agora tinha começado a cair ligeiramente. Para recuperar Ewing apostou neste evento e teve de fazer uma prestação sólida para bater o português. “Kikas” fez duas ondas boas no início e liderou, mas Ethan fez uma nota de 8 pontos e um back up sólido e acabou por vencer!

Depois de bater Frederico, Ewing teve de fazer o seu melhor para derrotar o local Noe Mar nas meias finais, e fê-lo com uma onda de 9 pontos. A final, e os 3.000 pontos do primeiro lugar, foram para Ewing que fez mais uma bateria excelente, subindo assim para 4º classificação no ranking!

Comentários