Mais uma vez as esquerdas de Hainan funcionaram no limite do que é considerado surfável, mas foi suficiente para terminar o primeiro WQS do ano!

Frederico Morais estava no segundo heat do dia contra Cooper Chapman, Brent Dorrington e Caio Ibelli e demorou algum tempo a entrar no ritmo da bateria. Perto do fim, “Kikas” já estava mais solto mas a essa altura os seus adversários só tinham de garantir back ups para as notas excelentes que tinham conseguido no início. Frederico acabou em quarto lugar mas pode-se orgulhar de ter feito uma boa prova para começar o ano.

No seu heat estava Caio Ibelli, que passou num segundo lugar “apertado”, mas esta seria a última vez que o brasileiro tremia. Daí para a frente, Caio não viu adversários e impôs médias altas até à final, onde derrotou um dos surfistas mais em forma do evento, Mitch Crews!

Uma das grandes revelações da prova foi a presença dos surfistas Indonésios, Raditya Rondi e Made Widiarta, em fase avançados da prova, mostrando que o país com melhores ondas do mundo começa a dar cartas no WQS.

A vitória de Caio Ibelli só lhe ofereceu 1.000 pontos, uma pontuação que não deve estar entre as suas melhores no fim do ano se quiser entrar no WCT. Mas, se a tradição que Glenn Hall começou no ano anterior se repetir, Caio poderá ser uma das caras novas na elite em 2014, competitividade para isso não lhe falta!

(Vídeo do dia 2 de prova)

YouTube Preview Image

 

Comentários

Os comentários estão fechados.