Depois de dois dias de “descanso”, os competidores da prova masculina do WQS de 6 estrelas, Los Cabos Open of Surf, voltaram à água. O português Frederico Morais estava entre eles e iria competir no segundo heat do round 4, contra Josh Kerr e Billy Stairmand.

As ondas estavam ligeiramente maiores que nos dias anteriores e o vento era quase inexistente, mas a inconsistência entre sets mantinha-se. Morais começou bem o seu heat, a sua primeira onda de consequência, apesar de ser um pouco “mole”, proporcionou-lhe algumas secções onde encaixou uma boa rasgada e uma série de batidas para receber 5,5 pontos. Com esta nota garantida Frederico optou por esperar pelos sets, mas o mar não colaborou. Mais de 10 minutos passaram até aparecer uma onda maior e entretanto os seus adversários foram “crescendo” na pontuação, em ondas médias mas que abriam muito. Josh Kerr deu alguns voos altíssimos e disparou logo na liderança, enquanto que Billy Stairmand ainda parecia estar “perto”.

Quando finalmente apareceu uma onda de set este quebrou mais “wide” que as outras, não dando qualquer hipótese ao português de passar a secção ou capitalizar na sua espera. Para piorar a situação ambos os seus adversários apanharam ondas boas no mesmo set e dispararam na liderança. Morais optou mais uma vez por esperar por ondas boas para “voltar” ao heat, mas elas nunca vieram e o surfista do Guincho sai do México com um muito respeitável 17º lugar.

A grande surpresa deste dia foi o surfista da Ilha Reunião, Medi Veminardi. Actualmente sem patrocínios, Medi não desistiu de perseguir o seu sonho no circuito mundial e tem estado fortíssimo nesta etapa. No seu heat dos oitavos de final man-on-man este goofy soltou bem o seu surf e acabou com a vitória, e a melhor média do dia.

Em prova depois deste dia ficaram apenas oito surfistas, na categoria masculina, e quatro na feminina. Acompanha o último dia em directo dentro de horas AQUI!

Comentários

Os comentários estão fechados.