Com ondas ligeiramente maiores que no dia anterior, mas igualmente inconsistentes, o segundo dia de prova do Los Cabos Open of Surf foi uma pequena “maratona de heats.” Por norma não há grande diferença entre ser goofy ou regular numa prova deste estilo, mas nesta etapa quem surfou de backside para a onda estava em ligeira vantagem.

Muitos foram os goofy-footeres que aproveitaram esta ligeira vantagem e avançaram para o round 3 com fortes batidas de backside e grandes snaps no pocket. Alguns dos maiores destaques foram Mitch Coleborn, Ian Gouveia, Wiggolly Dantas, Ryan Callinan, Messias Felix, Medi Veminardi, Cory Arrambide e, claro, o “nosso” Nicolau Von Rupp.

O surfista da Praia Grande parecia ser uma carta fora do “baralho competitivo” até há poucas semanas, quando “arrancou” um 9º numa etapa Prime, um 1º na etapa Algarvia da Liga MOCHE e em Los Cabos já se garantiu no round 3.

Umas horas antes de Nicolau competir foi a vez Frederico Morais se estrear nesta prova, num heat muito equilibrado. “Kikas” foi quem começou melhor o heat, com um par de notas na casa dos 6 pontos, graças a alguns carves muito fortes. Mas Thomas Woods apanhou uma “bomba” logo no início do heat, marcando 7,83. Uns minutos mais tarde apanhou outra onda semelhante e deixou o português a precisar de uma onda 8,46 o resto do heat.

Morais ainda conseguiu melhorar a sua posição, ficando com uma média bastante sólida, de 13,40. A partir daí foi uma questão de “gerir” a sua vantagem sobre Yadin Nicol e Yago Dora, que ainda melhoraram as suas médias mas foram “arredados” do melhor set graças prioridade que o português tinha na altura. Mesmo no perto do fim Yadin ainda apanhou uma onda mas esta tinha pouco potencial e Morais garantiu-se no round 3.

Acompanha o próximo dia de prova em directo AQUI!

Heats com surfistas portugueses:
Round 3
Heat 3

Jesse Mendes
Frederico Morais
Thiago Camarão
Cooper Chapman

Heat 9
Mitch Coleborn
David do Carmo
Pat Gudauskas
Nicolau Von Rupp

Comentários

Os comentários estão fechados.