Matt Wilkinson eliminado no round 2 do Oi Rio Pro

publicado há 1 ano por 0

OI-RIO-PRO-2016-DIAS-5-E-6

Depois de alguns lay days o Oi Rio Pro regressou, em grande. A praia de Grumari ficou para trás e o Postinho da Barra da Tijuca estava com boas ondas, já para não falar que os problemas técnicos com o palanque e a poluíção da água deixaram de ser um factor!

A prova começou com o heat do campeão mundial em título, Adriano de Souza, que dizimou o campeão brasileiro, Bino Lopes. No heat seguinte estava o líder do circuito Matt Wilkinson contra o perigoso wildcard Deivid Silva. Graças ao seu forte backside Wilko liderou praticamente todo o seu heat, com combinações de batida-reentry. Mas Silva parecia muito mais soltinho e quando apanhou duas esquerdas, mesmo no fim da bateria, deu dois grandes alley opps e nos segundos finais virou a bateria. E assim acabou a “caminhada mágica” de Wilkinson, que poderá perder a sua liderança já nesta prova.

No heat seguinte seria a vez de Julian Wilson ser eliminado por Dusty Payne, num confronto bastante “parado”. Quem não esteve muito tempo parado foi Gabriel Medina, logo de seguida no seu heat contra Alex Ribeiro. O campeão mundial de 2014 voltou ao seu melhor surf e depois de ter Alex em combinação ainda fez notas de 9.4 e 10! Ribeiro, com o heat perdido, ainda tentou e acertou um grande voo, mas não seguiu na onda e sai desta etapa a precisar de pontuar forte nas etapas seguintes.

Quem sobreviveu a este round foi o número 2 do tour, Sebastian Zietz, que é um dos candidatos ao primeiro lugar. Numa bateria de havaiano “Seabass” foi claramente superior a Keanu Asing, apesar de ter mostrado um aproach pouco progressivo.

No fim desta fase arrancou a prova feminina com duas fases, entre sabado e o domingo, de poucas surpresas. O grande destaque da prova feminina tem sido Tyler Wright, que descobriu bem a “valinha” e pontuou forte no outside além de capitlizar nas reforma das esquerdas.

Acompanha o próximo dia de prova em directo AQUI!

Comentários