Mafalda Lopes e Gabriela Dinis sagraram-se campeãs nacionais de 2019 em Sub-18 e em Sub-16 respectivamente, hoje, na Finalíssima do Campeonato Nacional de Surf Esperanças, que teve lugar na praia da Arda, em Viana do Castelo.

“Este campeonato correu muito bem, apesar das condições desafiantes. Ontem foi o nevoeiro e hoje o vento. O nível esteve muito bom”, referiu Tiago Matos, director técnico da prova.

Mafalda Lopes, da Associação de Surf da Costa da Caparica (ASCC), revalidou o título de campeã Sub-18 conquistado anteriormente também em Viana do Castelo. Teve uma prestação muito consistente e com scores altos ao longo de toda a competição. Tanto no sábado como hoje, protagonizou os scores totais mais altos, 13.50 e 14.65 respectivamente.

“Estou super satisfeita com a minha prestação e por ter sido bicampeã de Sub-18. Há muito que não tinha um campeonato tão consistente”, referiu Mafalda, que já está de olhos postos na Taça de Portugal e no seu grande objetivo: o Pro Junior nos Açores.

A sua colega de equipa, Matilde Passarinho, por uma diferença de 5.45 pontos, sagrou-se vice-campeã, seguida por Constância Simões, do Clube Naval de Portimão, e por Gabriela Dinis.

“Cheguei esta sexta-feira a Portugal e fui, ao longo da competição, adaptando-me ao fato e às ondas. Tendo culminado com uma final bem disputada com uma amiga”, disse Matilde.

Gabriela Dinis, do Clube Lombos Praia, conseguiu, com um score total de 12.90 na final, concretizar o objetivo que havia traçado: conquistar o lugar mais alto do pódio em Sub-16.

“Estou satisfeita por ter conseguido fazer o meu surf e ter atingido o meu objetivo neste campeonato que teve boas ondas”, avançou Gaby, que, caso seja convocada, vai tentar fazer uma boa prestação no ISA Campeonato do Mundo Júnior, na Califórnia.

Benedita Teixeira, também da ASCC, sagrou-se vice-campeã em Sub-16, com o score de 9.55.

“Este foi um bom campeonato, no qual consegui superar o meu objectivo. Tentei sempre manter-me ativa e fazer o máximo de ondas”, explicou. Segue-se o Pro Junior nos Açores, no qual vai lutar para ir o mais longe possível.

Ainda nesta categoria, Maria Chaves, do Ericeira Surf Clube, e Constância Simões, do Clube Naval de Portimão, ficaram na 3ª posição.

Raquel Otero, atleta do Surf Clube de Viana (SCV), foi 7ª classificada em Sub-16.

Comentários