Depois de quatro fases de competição online intensa, foi decidido o vencedor do Boonman Air Show de 2021.

Por decidir estava apenas o vencedor entre os dois finalistas, Diogo Martins e Lourenço Sousa. Diogo tinha passado por Rodrigo Chaves no round 1, Martim Paulino no round 2 e Matias Canhoto no round 3, para avançar para o derradeiro heat da prova. Do outro lado da grelha vinha outro underdog, Lourenço Sousa, que eliminou Martim Nunes, Guilherme Ribeiro e Santiago Graça para garantir a segunda vaga na final.

Ao longo do evento, além de Pedro Boonman e do público, Kanoa Igarashi e Filipe Jervis, ex-vencedores da prova, e Nicolau Von Rupp, participaram com as suas votações e para a como júri para a final ficou o único surfista português no Championship Tour, Frederico Morais, também ele um vencedor deste evento no passado.

O critério era o aéreo mais alto e apesar de ambos terem preenchido esse requisito com grande sucesso, Lourenço Sousa garantiu o voto do público por 74% contra 26% de Diogo Martins. Ambos podiam ter vencido o heat final, Diogo com o seu grande voo na secção final da onda e Lourenço com um double grab na primeira secção de uma onda maior. No final, contas feitas, tanto Frederico Morais como Pedro Boonman consideraram que o aéreo de Lourenço Sousa foi um pouco mais alto e até mais clean, garantindo assim a sua primeira vitória neste evento e um prize money de 500 euros. Também Diogo, que fez uma excelente prova, receberá um prémio surpresa enquanto que Joaquim Chaves garantiu o prémio de melhor aéreo do evento, escolhido por Frederico Morais e atribuído pelo BeSushi. Parabéns a todos os participantes e ao organizador, Pedro Boonman, que num ano de grandes limitações fez um excelente evento!

Comentários