Liga MEO Surf chega ao Norte na próxima semana

publicado há 3 semanas por 0

LIGA-MEO-SURF-NO-PORTO

Os melhores surfistas portugueses já estão a aquecer motores para o Renault Porto Pro, segunda etapa da Liga MEO Surf, que acontecerá entre os dias 12 e 14 de Maio no Porto e Matosinhos. A expectativa para a etapa é elevada, uma vez que a estatística mostra que quem aqui vence acaba por se sagrar campeão nacional, no final do ano.

Assim foi em 2016: Pedro Henrique celebrou nas areias de Leça da Palmeira a sua primeira vitória de sempre na Liga, lançando, também, nesta ocasião, a sua corrida à conquista do título nacional, que viria a conquistar meses mais tarde. Por isto, o regresso à Invicta é um momento de felicidade para o surfista de Cascais. “Estou muito contente por regressar ao Porto. É um lugar onde tenho grandes amigos e onde gosto de competir. Para chegarmos à vitória ali, temos de estar preparados para apanhar todo o tipo de condições, sejam pequenas ou grandes. Temos de ter boas pranchas e estar preparados, não há grande segredo. É trabalhar!” explica.

Também em 2016, Carol Henrique, atual campeã nacional, alcançou a vitória na etapa, a segunda numa série de quatro consecutivas que lhe deu o seu primeiro título nacional de surf. É, por isto, com satisfação, que a atual campeã em título do Renault Porto Pro recorda o campeonato do ano passado: “Gosto muito de competir na Liga MEO. No ano passado, competimos em Leça e este ano gostava que competíssemos em Matosinhos, para aproveitarmos toda a estrutura. A onda é uma incógnita, nunca sabemos como vai estar, mas vou dar o meu melhor e competir em cada heat como se fosse o último. Não faz sentido entrar sem ser para ganhar. Quero dar 100% e continurar a aproveitar a Liga como preparação para o WQS”, explica.

O Renault Porto Pro marca ainda uma nova relação entre a Renault e a Liga, como explica Ricardo Oliveira, Diretor de Comunicação da Renault: “Este é o primeiro ano que assumimos o Naming de uma etapa, em 3 anos de apoio à Liga Nacional de Surf. Renault Porto Pro é a etapa mais importante para nós, e aquela que legitimamente faz sentido assumirmos o Naming, porque é no Porto que a Renault tem uma das maiores quotas de mercado de todas as regiões do País. É aqui que o público poderá experimentar o Renault Captur com dois dos melhores surfistas nacionais, José Ferreira e Francisco Alves. Vamos também continuar a premiar as manobras mais espetaculares com a Renault Expression Session”.

Outro fator de relevo do Renault Porto Pro é a manutenção da parceria conjunta dos Municípios do Porto e de Matosinhos, que constituem o suporte institucional local, mantendo-se o palco principal do evento na Praia Internacional (Porto) e a Praia de Leça da Palmeira (Matosinhos) em alternativa. A 2ª etapa da Liga MEO Surf integra também a vasta agenda do Wave Series 2017.

Para Rui Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Porto, “o Surf é uma modalidade que temos vindo a acarinhar e promover cada vez mais nos últimos anos. Juntamente com Matosinhos, partilhamos uma costa marítima que está especialmente vocacionada para a prática desta modalidade. A prova disso é que temos aqui cada vez mais escolas e praticantes de surf. Mas porque queríamos ir ainda mais longe e afirmar definitivamente as praias do Porto e de Matosinhos como destinos de eleição para o surf, lançamos há um ano o programa Wave Series, que engloba vários provas e um conjunto de atividades paralelas, entre aulas de surf adaptado, ações de sensibilização ambiental, concertos, exposições e mercados. Este ano, o cartaz é ainda mais ambicioso, incluindo sete provas que vão desde maio a setembro, tendo naturalmente como ponto alto a etapa da Liga Meo Surf, que é já uma tradição no calendário do mês de maio. Estou certo que será mais uma grande festa na Praia Internacional do Porto e uma oportunidade fantástica para o nosso público ver novamente em ação os melhores surfistas nacionais”.

Esta visão, é partilhada por Eduardo Pinheiro, presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, que refere que “a Câmara Municipal de Matosinhos assumiu o surf como um dos eixos estratégicos para a promoção turística e a dinamização económica do concelho. Estamos bem conscientes, por isso, da importância destes grandes eventos para a atração de cada vez mais praticantes e, consequentemente, de novos clientes para o tecido económico local”.

Para além da competição principal, o Renault Porto Pro, verá serem atribuídos os prémios da Renault Expression Sessions, Somersby Onda do Outro Mundo e do Moche Groms Cup, uma iniciativa da FPS e ANS, e do MEO Rip Curl Fantasy. A premiação global da Liga MEO Surf 2017 é de 90.000€.

Comentários