John John vence em França | Slater não recupera “terreno”

publicado há 2 anos por 2

QUIKSILVER-PRO-FRANCE-2014-DIA-11

A expressão “justiça poética” não se enquadra muitas vezes em campeonatos de surf, mas o Quiksilver Pro France foi uma excepção. John John Florence andava a merecer uma vitória pelo menos há três etapas quando fez sempre as melhores médias de cada prova. E se em Teahupoo e Trestles ameaçou, em França não falhou.

No dia anterior à final Florence fez (mais) um dos heats do ano, mostrando que poderá mesmo ser o melhor surfista do mundo. Neste último dia de prova o havaiano andou mais uma vez à caça dos tubos, e foi uma boa aposta. John John já estava nas meias finais e foi com dois tubos profundos que derrotou Josh Kerr.

Do outro lado da grelha vinha um surpreendente Jadson André, que tinha batido Jordy Smith que, por sua vez, tinha derrotado Slater nos quartos de final. Um tubo incrível para a esquerda garantiu a segunda final da sua vida mas desta vez o seu adversário não o deixaria vencer, deixando-o numa combinação graças a dois tubos incríveis e alguns carves. Assim John John venceu pela segunda vez na sua carreira e subiu ao 5º lugar do ranking, mas tudo indica que, com o embalo que está a apanhar deverá vencer com mais frequência.

Com esta etapa a disputa pelo título pouco mudou pois ambos Medina e Slater trocaram 13ºs lugares por 5ºs lugar, mantendo-se separados por 6.500 pontos. Será que o novo título mundial ficará decidido em Portugal?

Comentários

  1. Manel diz:

    oi, oi…. façam lá as contas correctamente. O Medina “larga” um 13 e um 9. O Slater “larga” um 13 e um 5. Ou seja, c/os 2 resultados a “largar” o Medina está na frente c/7700 pontos de vantagem sobre o Slater.