Depois de um lay day o Corona Bali Protected voltou para mais um dia curto de competição com ondas até um metro, com pouca consistência mas excelente formação.

Primeiro na água estiveram Julian Wilson e Jadson André e foi o aussie que terminou na frente com boa vantagem, mostrando mais uma vez que a sua fraca exibição em Bells Beach foi uma excepção. Os destaques do dia foram as eliminações dos dois primeiros classificados do ranking, John John Florence e Ítalo Ferreira. Florence, o líder, fez um bom heat mas deixou a porta aberta para o perigoso francês, Joan Duru, virar o resultado no fim e, com várias manobras fortes numa onda de set foi o que fez. Já Ítalo, o vencedor da prova no ano passado e número 2 do ranking, estava lesionado e competiu apenas para “tentar a sua sorte”. Pela frente tinha Jack Freestone, que parece ter ganho muita confiança com a vitória no Red Bull Airborne, acertando uma série de aéreos que foram “fatais” para Ferreira.

As derrotas deixaram a liderança em aberto, que fica bem ao alcance dos 5 surfistas que ocupam as posições seguintes no ranking. Um dos mais fortes candidatos à “camisola amarela” é Filipe Toledo que, à semelhança do primeiro dia de prova, arrasou novamente a concorrência, eliminando Caio Ibelli por larga vantagem.

Outros destaques neste dia em que os juízes foram muito conservadores nas notas foi Kelly Slater, que fez o melhor tubo da prova até agora, Kolohe Andino, que foi provavelmente o melhor surfista do dia depois de Toledo, e ainda Ryan Callinan, que mostrou um backside implacável.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários