Nas duas provas QS a acontecer em simultâneo, Heroes de Mayo Iquique Pro no Chile, e o Gotcha Ichinomiya Chiba Open no Japão, os surfistas portugueses ficaram muito perto das fases finais, sendo eliminados por razões diferentes.

Miguel Blanco apostou na prova do Chile que, apesar de oferecer apenas 1.500 pontos, era uma excelente oportunidade para tirar um bom resultado. Miguel já estava qualificado para os quartos de final man-on-man quando a organização, de forma algo polémica, decidiu atribuir-lhe uma interferência e mudar o resultado (podes ler o artigo completo AQUI)!

Entretanto a prova continuou a avançar, chegando às meias finais com 4 nacionalidades, Peru, Austrália, Brasil e EUA. Uma das surpresas desta fase foi a presença do jovem João Chianca, irmão do big wave rider Lucas “Chumbinho” Chianca. João foi “limpando” heats até às meias finais, mostrando que é claramente uma das “bombinhas” da nova geração brasileira. Eventualmente perdeu para o grande favorito a vencer a prova, Jack Robinson, que seguiu para a final onde já se encontrava qualificado o peruano Alonso Correa, que tinha batido o norte-americano Skip McCullough na bateria anterior.

Robinson fez uma prova bastante low profile, vencendo vários confrontos com notas baixas, sempre ligeiramente acima do requisito até que na final se soltou um pouco mais e venceu com algum conforto. A final feminina foi vencida por uma surfista norte-americana muito pouco conhecida, Autumn Hays, que bateu Dominic Barona num heat de notas baixas.

Entretanto no Japão, depois a eliminação de Vasco Ribeiro num heat muito disputado (podes ler o artigo completo AQUI), a prova seguiu até às meias finais. Ainda na disputa estão, à semelhança da mesma fase no Chile, quatro nacionalidades. Um dos surfistas em prova foi o “carrasco” de Vasco, Alex Ribeiro, que terá como adversário um dos melhores goofies do mundo, Ryan Callinan. A outra meia final será Costa Rica VS Havai, Noe Mar McGonagle contra Seth Moniz.

Acompanha o próximo dia de prova em directo AQUI!

Comentários