Como já era esperado, o Outerknown Fiji Pro começou com a final feminina, que aguardou por alguns dias para se realizar devido à falta de boas condições.

Foi um heat com alguns wipeouts pesados e notas baixas mas no fim a mais experiente das duas, Courtney Conlogue, conseguiu a vitória sobre Tatiana Weston-Webb.

A prova depois entrou pelo round 1 dos homens onde se encontrava Frederico Morais, no heat 7 contra Joel Parkinson e Jadson André. O português era de longe o surfista com menos experiencia em Cloudbreak entre os três, mas não parecia. Logo na primeira troca de ondas Kikas foi quem capitalizou mais e com algumas rasgadas em secções criticas garantiu o seu primeiro “keeper”, uma nota de 5.17. As ondas chegavam aos dois metros e meio nos sets, com algum vento que faziam das ondas um pouco “bumpy” e com poucos tubos a serem surfados. Mesmo assim Jadson encontrou uma cedo no heat, o que lhe permitiu entrar na disputa com Frederico para o primeiro lugar.

Perto do fim Kikas fez a sua segunda nota sólida, mais uma onda de set muito bem surfada, para conseguir mais uma nota na casa dos 5 pontos. Entretanto Parkinson já precisava de uma nota excelente e ficou perto de a fazer com um bom tubo, mas não conseguiu fazer mais nada e só recebeu 7 pontos. Mais nenhuma onda de consequência foi surfada neste heat e Frederico Morais garantiu mais uma brilhante vitória no round 1!

O grande heat do dia foi claramento o 11º, onde estavam 3 dos melhores tube riders do tour. Miguel Pupo, o Gerry Lopez do Brasil, ao fim de poucos minutos ficava a contar com um tubo pesado, que lhe rendeu 8.73. Na sua onda seguinte, mais um grande tubo e mais uma nota excelente, que parecia ter-lhe garantido a vitória na bateria. Adrian Buchan respondeu com uma nota de 7.5, que o deixou a precisar de 10 para roubar a liderança. Já Michel Bourez passou a primeira metade do heat a fazer notas baixas e a segunda a fazer scores excelentes. Tudo começou com um longo tubo que lhe deu a nota de 9.53 e o tirou da combinação e já perto do fim outro 9, numa onda também pesada mas em que Bourez travou muito e garantiu uma vitória surpreendente.

Também John John Florence, Julian Wilson e Mick Fanning fizeram notas muito altas e venceram os seus heats. A prova aina entrou no round 2, onde Kolohe Andino bateu o local Tevita Gukilau, que no round anterior fez um dos melhores tubos da prova.

Acompanha o próximo dia de prova em directo AQUI!

Comentários

Os comentários estão fechados.