O dia 5 do Corona Bali Protected teve ondas incríveis, com muitos tubos e secções para grandes carves e aéreos. Foi um dia cheio de acção e logo no primeiro heat assistiu-se a um grande confronto entre John John Florence e o rookie Jesse Mendes. O 2x campeão mundial não tem estado no seu 100% este ano mas a poucos minutos do fim conseguiu passar para a liderança. No entanto, mesmo no fim, Mendes tinha a prioridade e arriscou o seu “hail mary”, um grande aéreo reverse de backside aterrado no limite, que lhe permitiu dar a volta ao resultado e eliminar o campeão mundial em título.

Ao longo do dia houve vários heats dignos e nota, como por exemplo o de Matt Wilkinson contra Griffin Colapinto. Ambos estavam muito inspirados e Wilko passou para a frente a minutos do fim. Mas “Griff” tem um repertório incrível e usou um aéreo reverse muito alto para virar o resultado a seu favor e seguir para a fase seguinte.

Frederico Morais, por sua vez, encontrou um Jeremy Flores MUITO inspirado. Na primeiro onda do heat o francês deu um grande tubo seguido de alguns carves e continuou a “carburar” na primeira metade desta bateria. A cerca de 10 minutos do fim Kikas precisava de uma combinação, mas não baixou os braços. O surfista de Cascais deu tudo nos últimos minutos, bons tubos, aéreos, combinações de manobras, o que lhe permitiu sair da combinação mas para virar o heat seria pouco, e tarde.

Outro destaque deste dia foi o “giant killer” Mikey Wright, que despachou o actual líder do circuito, Julian Wilson. Pouco outros top seeds foram eliminados já que Jordy Smith, Gabriel Medina, Ítalo Ferreira e Filipe Toledo mostraram muito surf e venceram os seus confrontos com médias muito altas.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI nas próximas horas…

 

Comentários