Ondas bastante melhores que as do dia de estreia do Tahiti Pro Teahupo’o, sétima etapa do Championship Tour de 2019, esperavam os competidores o round de repescagem.

Depois de um dia de “combos” – tubo e manobras, ou apenas manobras, o tubo voltou a ser o foco dos surfistas apesar do mar não estar muito mais que no dia anterior. Logo no primeiro heat Sebastian Zietz apagou a sua pobre prestação do dia anterior, com bons tubos de backside para vencer a sua bateria e deixar Jordy Smith em segundo lugar e o wildcard Matahi Drollet eliminado em 3º.

Ryan Callinan foi muito selectivo no heat seguinte e a sua preserverança foi recompensada com duas ondas incríveis, dois tubos “ocos” que lhe garantiram a vitória, seguido de Caio Ibelli e Tyler Newton.

Frederico Morais tinha como adversários Michel Bourez e Peterson Crisanto no heat 3 do round 2 e foi Michel o último a apanhar uma onda mas o que começou melhor, com uma nota de 4.17 pontos. Com mais um tubo impressionante Bourez juntou 5 pontos à sua média, deixando os seus adversários a correr atrás. Morais estava em terceiro lugar quando fez o seu melhor tubo da prova até aí, seguido de um par de manobras fortes, para receber 4.67 e deixar Crisanto a precisar de 3.35 para o alcançar. Entretanto Michel continuou a aumentar a distancia para os outros competidores e a 5 minutos Peterson usou a sua prioridade para fazer o melhor tubo do dia até aí e passar para a liderança. Kikas veio na onda de trás e também deu um bom tubo, pontuando 5.5 pontos. Apesar de só precisar de 5.84 para superar Michel, Frederico acabou por ser eliminado, acabando em 33º lugar na prova.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários