O dia 5 do EDP Billabong Pro Ericeira arrancou novamente cedo e com ondas boas a rondar o metro e meio.

No penúltimo heat do round 3 estava o português do Championship Tour, Frederico Morais, que tinha como adversários Jackson Baker, Tanner Hendrickson e Kalani Ball. Ao contrário do que nos tem habitado, as primeiras ondas de Kikas tinham pouco potencial, enquanto que o surfista de Maui, Tanner Hendrickson, mostrou grande ritmo desde o início e parecia estar a caminho de uma vitória na bateria. Isso até Frederico apanhar uma onda debaixo da prioridade de um dos seus adversários e a transformar num dos melhores scores do dia. Morais encheu a onda de grandes carves e algumas batidas no lip para receber a nota de 8.43 e se colocar numa excelente posição para seguir para a fase seguinte. Com a onda seguinte passou para a liderança e não saiu mais daí, melhorando ainda mais a sua posição com a última onda. Hendrickson ficou em segundo lugar, com Jackson Baker em 3º e Kalani Ball em 4º.

Logo de seguida foi a vez de Vasco Ribeiro competir contra mais três nomes de peso, Jadson Andre, Patrick Gudauskas e Charly Martin. Foi um heat muito apertado, com poucas ondas surfadas e sem notas excelentes, mas muito competitivo entre todos os competidores. Gudauskas só apanhou duas ondas, mas aproveitou-as bem e venceu a bateria. Vasco também geriu bem a bateria, mostrando muito bom surf nas ondas que apanhou e conquistou o segundo lugar. apesar de Jadson André ter ficado muito perto da qualificação, acabando por perder em 3º lugar, com Charly Martin em 4º lugar.

A prova entrou pelo round 4, onde os dois portugueses em prova terão novamente a oportunidade de se defrontarem, no heat 7 contra Jake Marshall. Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários