O dia 5 do Pro Santa Cruz presented by Noah Surf House começou com as melhores ondas da prova até agora. O mar manteve o tamanho mas o vento e as correntes baixaram, o que facilitou o trabalho dos competidores.

Logo no primeiro heat do dia estava um dos dois portugueses ainda em prova, Vasco Ribeiro, que tinha como adversários Tim Bisso, Theo Fresia e Vitor Mendes. Vasco e Tim disputaram o primeiro lugar taco a taco, que acabou nas mãos do francês enquanto que os brasileiros Theo e Vitor foram eliminados por uma diferença considerável de pontos.

No penúltimo heat da fase Frederico Morais defrontava Mitch Crews, Lucas Silveira e Ruben Vitoria. Kikas apanhou ondas bem fora no outside, que lhe permitiram fazer muitas manobras e começar a construir o seu heat. Para terminar Morais apanhou uma onda que lhe permitiu fazer vários carves e batidas no lip para conseguir a nota de 7.77 pontos e uma vitória destacada, com Lucas Silveira a passar em segundo lugar.

As condições continuavam boas e a prova entrou pelo round 6. Desta vez Vasco Ribeiro estava no segundo heat da fase e foi aí que mostrou o seu melhor surf. Apesar de ter começado com várias ondas fracas, nas suas duas últimas fez notas de 8.5 e 7.17 pontos, graças a várias manobras muito poderosas, o que lhe garantiu uma vitória muito confortável, deixando Ramzi Boukhiam em segundo lugar a precisar de uma nota de 9.44 pontos.

Pouco depois Frederico Morais repetiu a dose em mais um heat contra um francês, Thomas Debierre, e dois brasileiros, Rafael Teixeira e Bino Lopes. Antes dos seus adversários apanharem qualquer onda, Kikas tinha feito duas longas direitas cheias de manobras para receber notas de 6.67 e 6.43 pontos. Os seus adversários passaram o heat a correr atrás enquanto que o português apenas teve que gerir a sua vantagem. Debierre e Teixeira disputaram muito o segundo lugar na bateria mas no final foi Thomas que se juntou a Morais na fase seguinte por uma diferença de apenas 0.2 pontos.

O Pro Santa Cruz presented by Noah Surf House regressa amanhã com uma previsão muito favorável de boas ondas e pouco vento. Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Heats com surfistas portugueses
Quartos de final
Heat 2 | Luel Felipe x Vasco Ribeiro
Heat 4 | Nomme Mignot x Frederico Morais

Comentários