Como tem sido norma ao longo do ano, o Corona Open J-Bay, sexta etapa do Championship Tour de 2019, arrancou logo no primeiro dia do período de espera.

No primeiro heat do dia estava o único português em prova, Frederico Morais, que tinha como adversários Gabriel Medina e Joan Duru. As ondas rondavam o metro e meio nos sets maiores, sem vento, com secções muito rápidas e pouca consistência. Como já seria de se esperar, Medina apanhou as primeiras ondas do heat e começou logo a fazer notas. Seguiu-se Duro, que mostrou alguma dificuldade em fazer manobras nas secções certas mas tentava disfarçar ao projectar muita água. Morais só apanhou a sua primeira quase a meio do heat, abrindo a sua prestação na prova onde já fez uma final com a onda tecnicamente melhor surfada até aí. Infelizmente a onda era pequena e foi diminuindo e os juízes não perdoaram, pontuando apenas 4 pontos. Logo de seguida Kikas apanhou uma onda maior e surfou-a ainda melhor mas apenas recebeu 5 pontos.

A poucos minutos do fim o português encontrava-se em 3º lugar, com segunda prioridade, a precisar de uma nota de 5.58. Desde aí apenas uma onda com potencial entrou e o líder da bateria e “dono” da primeira prioridade, Gabriel, apanhou-a, deixando Frederico sem hipóteses de sair do segundo lugar, caindo assim para a repescagem.

A prova continuou e nos 4 heats seguintes, vencidos por Italo Ferreira, Kanoa Igarashi, Jordy Smith e Kolohe Andino, ninguém quebrou a barreira dos 8 pontos por uma onda isolada.

Podes ler a continuação deste AQUI!

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários