Fernandes e Assis vencem no Porto | Pro Junior

publicado há 2 anos por 0

PRO-JUNIOR-NACIONAL-PORTO-VENCEDORES

Realizou-se hoje a primeira etapa do Pro Junior Nacional, realizada na Praia Internacional, no Porto, em ondas com meio metro com boa formação.

Inicialmente prevista para terminar no domingo a organização, em conjunto com os surfistas, decidiu realizar todo o campeonato no sábado de forma a proporcionar as melhores ondas possíveis aos principais surfistas juniores de Portugal.
O campeão nacional em título, Tomás Fernandes era um dos grandes favoritos mas, do outro lado do quadro vinha Miguel Blanco, o actual líder do mesmo evento a nível Europeu. Os dois começaram o dia bastante fortes com pontuações na casa dos 15 pontos sendo que outros surfistas que também apresentavam boas prestações, como Guilherme Fonseca e João Kopke com pontuações de 15.40 pontos e 14.50 pontos, respectivamente. Destaque ainda para o forte contingente local liderado por João André, Tomás Ferreira, António Rodrigues, Salvador Couto e Gonçalo Magalhães, como também para os 3 madeirenses que vieram ao Porto, Lourenço Faria, Tomás Lacerda e Francisco Ornelas.

Os quartos e meias-finais vieram confirmar que Miguel Blanco era o surfista mais em forma. Se por um lado, Tomás Fernandes cumpria a sua missão e continuava a vencer baterias, por outro, Miguel Blanco foi, dos dois, o que se manteve mais regular e com as melhores pontuações do dia sempre na casa dos 8-9 pontos. João Kopke juntava-se ao grupo dos surfistas em destaque mas acabou por perder nas meias-finais numa disputa bastante fechada pelo acesso à final com Luís Perloiro, de apenas 16 anos, e que chegava pela primeira vez à final de uma competição de escalão profissional.

Blanco, Fernandes, Fonseca e Perloiro eram os candidatos à vitória final, a qual decorreu de forma surpreendente face ao que se passou ao longo do dia. Miguel Blanco, claramente o “surfista do dia”, não conseguiu manter a forma na final tendo sido ultrapassado por Guilherme Fonseca com uma onda de 5.25 pontos surfada na segunda metade do tempo e pelo surfista que veio a sagrar-se vencedor, Tomás Fernandes que, com a melhor onda de 6.50 pontos surfada a meio do tempo e uma pontuação de 12.10 pontos, mantém-se na liderança do ranking depois de ter sido campeão nacional Projunior em 2014.

Nas meninas apenas se realizou a final, composta por 5 surfistas. De um lado estava a vencedora da última etapa da Liga Moche, Camilla Kemp e Carol Henrique, actual top 2 da Liga Moche, naturais candidatas à vitória. Mas do outro lado, estava a nova geração composta por Mariana Assis e Mariana Garcia e Inês Bispo. A escolha de ondas foi crucial sendo que as “Marianas” foram as únicas que foram além dos 5 pontos em ondas surfadas. No entanto, com as duas melhores ondas da final, perfazendo um total de 13.75 pontos, Mariana Assis vence a etapa de forma destacada e pela primeira vez numa prova profissional, Ficaram assim Mariana Garcia em 2º lugar, Camilla Kemp em 3º, Carol Henrique em 4oºe Inês Bispo em 5º.

O Projunior segue agora para a segunda e última etapa, na praia de Santa Cruz, em Torres Vedras, nos dias 18 e 19 de Julho, inserido no festival de desportos de ondas “Santa Cruz Ocean Spirit”.

Comentários