Mais uma vez a nata do surf português rumou à Ericeira para o primeiro dia do Allianz Ericeira Pro, a primeira etapa da Liga MEO Surf de 2018. Logo na passagem pelo primeiro pedaço de praia desta “Capital de Surf”, Foz do Lizandro, era visível que este seria um dia “complicado” de competição devido ao excesso de ondulação. Felizmente a Ericeira tem opções para todo o tipo de condições e ao fim de algumas horas a prova foi “transferida” para a Praia dos Pescadores, no centro da Vila.

Apesar de não ser surfada com grande regularidade, este praia bem protegida pelo porto de pesca já recebeu alguns eventos de grande relevância, entre os quais se destacam uma prova QS de 5 estrelas, onde Tiago Pires conseguiu um dos seus primeiros grandes resultados a nível internacional, e parte de uma etapa do World Junior Championship.

Neste dia seriam os trials da principal Liga de surf portuguesa. Mesmo com condições fracas, para o standard da Ericeira, viu-se bom surf em quase todos os 6 heats surfadas neste dia, 4 da categoria masculina e 2 da feminina. O maior destaque do dia foi o super grom da Arrifana, João Mendonça, que surfou muito e passou em primeiro lugar a sua bateria. Também os regressados, Pedro Boonman e Francisco Canelas, dois nomes de gerações diferentes, e ainda Afonso Candeias, venceram os seus heats.

Na categoria feminina Carolina Santos foi quem mais se destacou, na segunda bateria, mas também Leonor Fragoso surfou bem, tendo ambas vencido as suas baterias.

O dia 2 de prova muito provavelmente passara para o palco inicial da prova, Ribeira D’Ilhas, já que ao fim do dia já se assistia a uma grande descida no tamanho das ondas. Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários