Como se esperava o mar subiu em Espinho, para o segundo dia do Pro Junior, e muito cedo alguns dos melhores surfistas da Europa com menos de 20 anos começaram a “trabalhar”. As ondas chegavam ao meio metro com algumas direitas bastante longas, e esquerdas bastante parecidas, provando que Espinho é mesmo uma excelente “surf destination”.

Nem todos os portugueses “sobreviveram” a este primeiro round, mas um dos primeiros destaques da “comitiva nacional” foi o surfista da Ericeira, Henrique Pyrrait. Este surfista, sentiu-se completamente em casa nas direitas da Praia da Baía e foi o primeiro surfista do dia a bater a “barreira” dos 6 pontos, tendo feito uma nota de 7 pontos e assim conseguido a primeira vitória e qualificação portuguesa para o segundo round deste dia.

Infelizmente logo a seguir “perdemos” João Moreira, um dos mais promissores surfistas da nova geração, que ficou a precisar de uma onda mediana para avançar. Também Pedro Coelho, João André e Luís Perloiro mostraram-se muito fortes e venceram as suas baterias, qualificando-se para o round 2 onde já se encontram os cabeças de série portugueses. A prova masculina não avançou mais depois do fim desta primeira fase mas a prova feminina ainda “despachou” uma fase e um heat do round seguinte.

Todas as competidoras portuguesas mostraram bom surf mas nenhuma venceu uma bateria. Apesar disso, Teresa Bonvalot, Carina Duarte e Camila Kemp avançaram em segunda para a fase seguinte, no caso de Camila, para a terceira fase.

O Espinho Surf Destination regressa amanhã a partir das 7 da manhã, acompanha a acção AQUI!

Comentários

Os comentários estão fechados.