O dia 3 do Bom Petisco Cascais Pro começou as melhores ondas da prova até aí, condições perfeitas para disputar o título nacional.

Os quatro candidatos ao título estavam separados por quatro heats e o primeiro na água foi Tomás Fernandes. O surfista da Ericeira mostrou muito bom surf ao longo da prova mas desta vez foi superado pelo guerreiro do QS residente em Portugal, Kiron Jabour. Foi um heat equilibrado mas no fim a vitória pendeu para o mais experiente e a primeira baixa nesta disputa aconteceu.

Depois foi a vez de Miguel Blanco manter o seu incrível foco e superar o surfista mais perigoso do evento, o campeão da Liga MEO Surf, Gony Zubizarreta. O galego também mostrou bom surf mas “White Mike” estava muito inspirado e venceu com uma vantagem de 4 pontos.

Também Pedro Henrique despachou o grom Dylan Groen, um surfista que tem dado que falar neste circuito e apesar de apenas ter 18 anos conseguiu um sólido 5º lugar, enquanto que Pedro se manteve na disputa pelo título e wildcard com facilidade.

A grande surpresa do dia aconteceu no último heat dos quartos de final man-on-man. Como se esperava, Vasco Ribeiro liderava a bateria contra o talentoso surfista de Peniche, Guilherme Fonseca, a caminho do que se esperava que fosse o seu 5º título nacional. Isso até “Gui” apanhar uma boa esquerda e com quatro pauladões de backside receber uma nota de 6.5 e passar para primeiro lugar. A partir daí Fonseca geriu bem a sua posição e acabou na frente, eliminando Ribeiro.

A partir desse momento a disputa passou a ser limitada a dois surfistas, Miguel Blanco e Pedro Henrique. Entre eles, quem terminar na frente, vence. Em caso de empate, se ambos ficarem em 2º nas meias finais, Miguel será campeão.

May the best man win…

Meias finais masculinas:
Heat 1: Kiron Jabour x Miguel Blanco
Heat 2: Pedro Henrique x Guilherme Fonseca

Acompanha tudo em directo AQUI!

Comentários