Dia pesado para a armada portuguesa em Lacanau

publicado há 7 meses por 0

Frederico Magalhães foi uma das sete baixas da armada portuguesa neste primeiro dia de competição em Lacanau.
Frederico Magalhães foi uma das sete baixas da armada portuguesa neste primeiro dia de competição em Lacanau.

Dos 9 surfistas nacionais que competiram hoje no Médoc Ocean Lacanau Pro, apenas dois se qualificaram para o round 2.

Como esperado, o swell entrou durante a noite e o flat spell que assombrava a Europa nos últimos dias passou. Ondas com meio metro sólido, e que durante o dia ganharam mais tamanho e consistência, brindaram os primeiros dois portugueses no round 1, João Kopke e Pedro Coelho. As condições não estavam fáceis devido a uma maré muito vazia mas havia várias ondas que abriam, principalmente para a direita.

E foi mesmo de backside que os dois portugueses neste heat tiveram caminhos distintos. Kopke, que fez a sua melhor nota quando, ao remar para fora e sem prioridade, descobriu uma onda de inside que correu o banco de areia na perfeição permitindo que o surfista de Carcavelos aplica-se várias pauladas e rasgadas, conseguiu o score para ficar em segundo no heat e qualificar-se para o round 2.

Pedro Coelho ficou a precisar de uma onda com mais potencial para poder aplicar melhor o seu letal backside attack, acabando o heat em quarto lugar e sendo a primeira baixa nacional.

Infelizmente, deste ponto para a frente, a armada portuguesa sofreu pesadas baixas. Frederico Magalhães, Robertson Gonçalves, Henrique Pyrrait, João Guedes e Francisco Carrasco acabaram todos os seus heat eliminados, e neste momento restava apenas um heat para terminar o dia que, tal como o primeiro, tinha também dois portugueses, Luís “Lula” Perloiro e Miguel “Jeremy” Madeira.

Infelizmente, este acabou por ser também uma réplica do heat 1 em resultados, ou seja, tivemos um surfista qualificado para round 2 e outro desqualificado. Perloiro foi sólido no seu surf e conseguiu a qualificação, continuando assim um bom arranque nos primeiros dias dos QSs europeus. Já Jeremy não conseguiu encaixar o seu surf nas ondas de Lacanau e acabou o heat em quarto lugar.

O Médoc Oceán Lacanau Pro está assim reduzido a cinco surfistas portugueses e parte deles irão competir já amanhã. Como sabes podes (e deves) assistir ao vivo AQUI, e os seus heats são os seguintes:

Round 2
Heat 2: Jake Marshall x Nate Dorman x Enzo Cavallini x João Kopke
Heat 10: Ethan Egiguren x Ruben Gonzalez x Alessandro Piu x Elliot Napias
Heat 15: Miguel Blanco x Kaishu Tanaka x Cristobal de Col x Luis Perloiro
Heat 16: Tom Cloarec x Eduardo Fernandes x Aldric God x Leon Glatzer

Round 3
Heat 1: Pedro Henrique x Lliam Mortensen x TBD x TBD
Heat 4: Frederico Morais x David Van Zyl x TBD x TBD
Heat 15: Tomás Fernandes x Dylan Lightfoot x TBD x TBD

 

Comentários