Dia de pouca acção no Billabong Pro Cascais

publicado há 8 meses por 0

billabong-pro-cascais-2016-dia-2

O segundo dia do “combo” de provas da WSL em Cascais, QS 10.000 e CT feminino, teve condições bastante diferentes do dia anterior e o tipo de performance também foi bastante diferente.

Com um título “on the line” a organização optou por não meter a categoria feminina na água, e assim começou o QS masculino. Zé Ferreira estava num dos primeiros heats do dia e competiu em ondas com meio metro e formação bastante afectada pelo vento. Isso não impediu de se ver bom surf mas não permitiu que Ferreira, que em 2014 tirou um grande resultado nesta prova, usasse a sua saberia local. Zé fez onda bastante forte, graças a algumas manobras com expressão de frontside mas ficou a precisar de outra semelhante a acabou eliminado por Yago Dora, que virou o heat a sua favor no fim, Vicente Romero e Messias Felix.

1zef

Zé Ferreira não conseguiu dar o seu melhor num dos primeiros heats do dia e foi eliminado. Photo by Pedro Mestre

Marlon Lipke competia juntamente com um surfista que era mais ou menos da sua geração, Brett Simpson, e dois groms perigosos, Griffin Colapinto e Seth Moniz. Brett usou o seu “andamento” de quem esteve no CT muito tempo para se destacar enquanto que Marlon, que surfou mais a norte do palanque que a maioria. Aí descobriu várias esquerdas com “espaço de manobra” que deram para fazer alguns carves e acabar com reentries bem soltinhos. Os dois veteranos avançaram e Marlon acabaria por ser o único surfista luso a avançar neste curto dia de prova.

2lippy

Marlon Lipke mostrou o sorriso de quem passou para a fase seguinte. Photo by Pedro Mestre

Nicolau Von Rupp competiu no heat seguinte e manteve a sua estratégia que tem funcionado nos últimos tempos, usar o seu backside para fazer notas altas. O seu surf esteve bastante sólido mas faltaram secções para conseguir melhorar as suas notas. No fim ficou a faltar melhorar ligeiramente os seus scores e o português acabou eliminado por Leandro Usuna, Kiron Jabour e Ian Crane.

3nic

O backside de Nicolau Von Rupp estava bem “sharp” mas as ondas que apanhou não ajudaram a passar a bateria. Photo by Pedro Mestre

O campeonato entrou pelo round 2 mas acabou ao fim de quatro heats, passando Vasco Ribeiro para o próximo dia de prova apesar de se ter mostrado pronto para enfrentar as difíceis condições em que o mar se encontrava.

4vr

Vasco Ribeiro estava pronto para a acção mas o seu heat não se realizou. Photo by Pedro Mestre

Acompanha o próximo dia de prova em directo AQUI!

Heats com portugueses*
Round 2
Heat 5 |
Alejo Muniz x Jesse Mendes x Vasco Ribeiro x Vicente Romero
Heat 12 | Italo Ferreira x Hizunome Bettero x Frederico Morais x Hiroto Arai
Heat 13 | Caio Ibelli x Tanner Hendrickson x Pedro Henrique x Brett Simpson
Heat 15 | Connor O’Leary x Tanner Gudaukas William Cardoso x Marlon Lipke
Heat 18 | Evan Geiselman x Tomas Hermes x Tom Whitaker x Tomás Fernandes

Comentários