Dia de grandes revelações em Leça | Sumol Porto Pro

publicado há 2 anos por 0

DIA-DE-GRANDES-REVELACOES-NO-SUMOL-PORTO-PRO

Ondas ligeiramente maiores e (inicialmente) com pouco vento era o que esperava os competidores ainda em prova no segundo dia do Sumol Porto Pro. E logo no primeiro heat, o penúltimo do round de 48, começaram as disputas intensas.

A primeira bateria confrontou João Moreira, Tomás Fernandes e Francisco Duarte e ao fim de poucos minutos Francisco cometeu uma interferência sobre Moreira. Mesmo estando apenas a contar com 50% da sua segunda melhor nota o algarvio não baixou os braços, fez uma onda fortíssima, com várias pauladas e snaps de backside e chegou a estar na frente. Fernandes “roubou-lhe” o primeiro lugar no último terço do heat e Moreira conseguiu libertar-se da marcação de Francisco Duarte e fez duas ondas boas, mas não seriam suficientes para sair do 3º lugar.

Logo de seguida, já no round 2 começaram as revelações, que intensificaram na fase seguinte. Odestaque vai para Guilherme Fonseca que passou à frente do “homem a abater” neste evento, Pedro Henrique, que passou num “humilde” 2º lugar.

Ainda nesta fase Frederico Morais continuou no seu ritmo acima da média, vencendo mais um heat com grande distância para os seus adversários, Vasco Ribeiro parecia estar a começar a “engrenar” e Filipe Jervis colocou-se como um dos favoritos à vitória, com algumas ondas bem surfadas, com muita variedade e manobras fortíssimas.

A grande surpresa da fase foi a eliminação de Tomás Fernandes face a Ruben Gonzalez e João André, em mais uma bateria muito equilibrada. O surfista da Ericeira surfou bem algumas ondas que apanhou no início do heat, apesar de serem ondas fracas de potencial. Entretanto Ruben começou a ganhar ritmo e passou para frente, enquanto que João precisava de 5 e pouco para ficar com o segundo lugar. No fim da bateria apanhou uma onda boa e surfou-a bem de backside, finalizando com um forte reentry que, no total, lhe deu a nota que precisava, com um ponto de sobra.

Depois do primeiro round da prova feminina, que aconteceu sem grandes surpresas já que Teresa Bonvalot foi mais uma vez o grande destaque, com a média de 14.75 começou o round de 16 masculino.

Todos os heats dessa fase eram bastante difíceis mas o segundo destacava-se já que defrontava Filipe Jervis, Vasco Ribeiro, Miguel Blanco e Pedro Henrique. E foi Jervis quem mais uma vez surpreendeu, com um dos repertórios mais bem aplicados do evento. Isso obrigou os seus adversários a correr atrás e disputa foi bastante equilibrada, ficando todos a menos de um ponto de distância. Nos últimos minutos era Vasco era quem ocupava o segundo lugar até Miguel Blanco ter feito a melhor onda do heat, roubando o segundo lugar. Também Pedro Henrique atacou o segundo lugar no fim mas só seria suficiente para passar para 3º lugar, ficando de fora juntamente com o campeão de duas das últimas três etapas.

Mas não foi a única surpresa da fase pois Frederico Morais e João André eliminaram Nicolau Von Rupp (que fez uma interferência) e João Guedes, e também Ruben Gonzalez, Pedro Coelho, Zé Ferreira e Guilherme Fonseca seguiam para a fase man-on-man.

Ainda se realizou mais uma fase, os quartos de final, todos heats muito equilibrados excepto no 3º em que Frederico Morais foi muito competitivo e impôs uma média muito alta muito cedo a Pedro Coelho, que o deixou à espera de ondas com mais potencial mas que não apareceram. Nos outros heats Miguel Blanco bateu Guilherme Fonseca, Filipe Jervis derrotou Zé Ferreira e Ruben Gonzalez eliminou a maior revelação do evento, João André.

Podes acompanhar tudo em ao vivo na se estiveres no Porto ou ver a prova “live” pelo site surf.moche.pt ou na aplicação SURF MOCHE!

Comentários