As ondas aumentaram para o dia 2 do Bom Petisco Cascais Pro, mas também o vento ficou mais forte. A prova começou cedo com o round 2 e ao fim de poucos heats já tinham caído vários surfistas que normalmente chegam a fases mais avançadas.

O primeiro heat teve uma forte disputa entre João Kopke e Pedro Boonman pelo segundo lugar. Kopke fechou bem o heat e conseguiu a vaga para a fase seguinte enquanto que Miguel Blanco venceu e Francisco Duarte ficou em 4º lugar.

Na bateria seguinte o algarvio Paulo Almeida surpreendeu 3 adversários mais cotados com duas ondas fortes no início, que lhe deram a liderança durante quase toda a bateria. Perto do fim Justin Mujica fez a sua segunda onda e conseguiu passar para a frente, e Francisco Alves e Ruben Gonzalez não conseguiram apanhar ondas com potencial e foram eliminados.

Zé Ferreira mostrou mais ritmo que no dia anterior e venceu o seu heat com Guilherme Fonseca em segundo, e na bateria seguinte Vasco Ribeiro terminou o seu heat com uma nota de 9 pontos, disparando na primeira posição e trazendo consigo Ivo Cação para o segundo round.

Pedro Henrique conseguiu manter-se na disputa pelo título ao vencer o seu heat com facilidade, enquanto que “Neco” Pyrrait passou em segundo lugar. Já Nicolau Von Rupp esteve em risco de ser eliminado por Jácome Correia e Arran Strong, mas virou a bateria no fim, deixando Strong de fora.

De seguida mais uma vez Kiron Jabour mostrou o seu ritmo típico de um surfista de topo do QS e dominou nas cada vez mais difíceis condições do Guincho. Eduardo Fernandes esteve em segundo lugar quase até ao fim mas a última onda de Pedro Coelho, que tinha uma nota de 7.5 já a contar, foi suficiente para lhe roubar a posição e seguir para a fase seguinte.

Com o fim do round 2 também a prova terminou, deixando a disputa pelo título intacta desde o fim do primeiro dia e algumas fases para o último dia de prova. Acompanha toda a acção a partir das 8 horas de sábado AQUI!!

Comentários

Deixe uma resposta