O Andaplace Pro Casablanca tem avançado ao longo dos dias a “conta gotas”, evoluindo poucos rounds de cada vez. No entanto o quarto dia avançou bastante, deixando ambas as categorias nas meias finais man-on-man.

Entre os homens um dos surfistas mais em forma do evento, Weslley Dantas, que venceu a prova anterior, ficou muito perto de ser eliminado no round de 16. O grom francês, Justin Becret, estava em grande forma e fez a melhor nota do heat mas foi traído por uma interferência que cometeu bem cedo nesta disputa. Dantas escapou por pouco nesse heat mas na bateria seguinte venceu um grande confronto contra outro vencedor de uma etapa na perna europeia, Ramzi Boukhiam. Ambos fizeram notas excelentes e Ramzi tinha um back up forte, mas a onda de 9.33 de Weslley fez a diferença e o brasileiro seguiu em frente. Também nas meias finais estão Alex Ribeiro, Santiago Muniz e Dylan Lightfoot.

Na categoria feminina ainda havia uma representante do nosso país em prova, Carol Henrique. Depois da ex-havaiana Mahina Maeda despachar a espanhola Nadia Erostarbe no primeiro confronto da fase, Carol e Garazi Sanchez-Ortun competiram num heat com várias notas fortes. Garazi abriu com uma nota de 7.1 7 mas Henrique não baixou os braços e com duas ondas boas quase deu a volta ao resultado, sendo eliminada por apenas 0.3. Mesmo assim a surfista de Cascais sai de Casablanca com um sólido 5º lugar, o que não muda a sua posição no ranking mas não deixa de ser um resultado de que se pode orgulhar. As outras qualificadas para as meias finais, além de Garazi Sanchez-Ortun e Mahina Maeda, que se defrontam na primeira bateria das meias finais, são Minami Nonaka e Tessa Thyssen.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários