Depois de um dia sem competição, o Boardmasters regressou à água. Em prova estavam apenas as raparigas (e João Dantas e Kathleen Barrigão no longboard) uma vez que os dois competidores masculinos nacionais foram eliminados no dia 1.

O round 2 feminino foi quase uma réplica do que aconteceu no masculino, não fosse Camilla Kemp a salvar (parte) do dia. Mas a primeira portuguesa a competir foi Leonor Fragoso no heat 3. A portuguesa não conseguiu mais que uma média de 2.80 pontos sendo eliminada em quarto lugar, vencendo, com facilidade, Justine Dupont e, em segundo, Lucia Cosoleto.

Logo de seguida foi a vez de Yolander Hopkins defrontar Mikaela Greene, Peony Knight e Joanne Dennison. A portuguesa também não se conseguiu encontrar nas dificeis condições e acabou em terceiro, perdendo para Greene e Knight.

Seguia-se a recentemente coroada campeão nacional de 2017, Carol Henrique, no heat 5. Este já foi um heat muito renhido mas Carol acabou por não conseguir virá-lo a seu favor, acabando em terceiro a necessitar de um 5.87 para empurrar a filha de Tom Curren, Lee-Ann Curren, para terceiro, uma vez que Honolua Blomfield segurava o primeiro lugar. Lucy Campbell terminou em quarto.

Restava-nos apenas uma portuguesa neste escalão, Camilla Kemp. A surfista do Guincho atravessa uma grande forma e se o conseguir mostrar nos seus heat do QS chegará rapidamente aos lugares cimeiros. Kemp parece bem encaminhada para isso mesmo no país de Sua Majestade ao conseguir qualificar-se para o round 3 em segundo, perdendo apenas para Ainara Aymat.

Kemp encontra-se assim nos quartos de final onde irá, no heat 3, defrontar Honolua Blomfield, Ella Williams e Josefina Ane.

Mas há mais dois portugueses ainda em prova neste Boardmasters. São eles João Dantas e Kathleen Barrigão que se encontram no longboard masculino e feminio respectivamente. Ambos estão nos quartos de final e enqunato João Dantas irá enfrentar Ben Skinner no heat 3, Barrigão irá, no heat 4, enfrentar Rachael Tilly.

Ao final do dia, Kemp voltou a competir mas o heat não correu como esperado e a portuguesa não conseguiu melhorar o seu 2.77 e substituí-lo por um 6.67, nota que lhe daria acesso ao segundo lugar a passagem à fase seguinte. Ella Williams e Josefina Ane tiveram uma batalha quase privada para ver quem passava em primeiro, acabando Williams por vencer. Em terceiro ficou Honolua Blomfield.

O Boardmasters segue com portugueses apenas no Longboard e podes seguir a sua prestação AQUI.

 

Comentários

Deixe uma resposta