Chegados ao penúltimo dia do Pro Zarautz presented by Oakley estavam ainda 4 surfistas portugueses em prova mas, infelizmente, o sucesso não durava.

Nicolau foi Rupp foi o primeiro na água, no 3º heat do round de 16 do categoria masculina. Depois de vencer 4 baterias nos dois primeiros dias de prova, o surfista da Praia Grande era eliminado. Foi um heat muito equilibrado e no final o primeiro e o quarto lugar ficavam separados por menos de um ponto. Nic fez a melhor nota do heat, um 6.07 mas ficou a precisar de 4.56 pontos para segundo lugar e 4.66 para primeiro.

A categoria feminina, que já estava nos quartos de final man-on-man, arrancou com um confronto fortíssimo, a ex-top do CT, Pauline Ado, e a campeã Europeia e Nacional, Carol Henrique. Ambas surfaram muito e fizeram notas altas mas a francesa acabou com uma nota excelente, 8.07, e levou a vitória.

Dois heats mais tarde, seria a vez de Teresa Bonvalot defrontar a espanhola Leticia Canales Bilbao numa bateria muito apertada. Leticia fez a melhor nota do heat, um 7.33, mas Teresa parecia ter virado o heat na sua última onda. Os júris não acharam que a portuguesa fez o suficiente e acabou por perder por uma diferença de 0.27.

Camilla Kemp mostrou logo na sua primeira onda que não se queria juntar ao resto dos lusos, pontuando logo 8 pontos. A sua adversária, Mikaela Greene, uma australiana que este ano já venceu uma etapa do QS, respondeu com uma onda de 7 pontos, também para abrir, e fechou a sua prestação com uma nota de 6.27. Kemp tinha um back up sólido o suficiente para se manter na frente e acabou por seguir, com muito mérito, para as meias finais.

No dia seguinte Camilla fazia a melhor onda do seu heat contra Leticia Canales Bilbao, mas acabou eliminada a precisar de muito pouco. No entanto não deixa de ser mais um resultado forte para a surfista do Guincho, que assim solidificou a sua posição no ranking Europeu, onde se encontra em 2º lugar, e subiu 5 posições no ranking QS, passando para o 45º lugar.

A grande vencedora foi Pauline Ado, que assim começa a sua caminhada de volta ao Championship Tour. Na categoria masculina, a final foi 100% da Ilha Reunião, Jorgann Couzinet VS Maxime Huscenot, dois surfistas que estavam a “voar” nas ondas de Zarautz. Ambos surfaram muito na final mas foi Jorgann quem apanhou a melhor onda e transformou-a numa nota de 9, o que acabou por lhe garantir a vitória.

Comentários