Com bastante mais swell que nos dias anteriores o nível de surf aumentou bastante no Burton Toyota Pro, WQS de 6 estrelas. A prova começou por terminar os quinze heats que faltavam do realizar do round de 96 para logo de seguida entrar no round de 48.

O destaque deste dia de prova vai para os australianos, que venceram a maior parte dos heats. Entre eles estavam os ex-tops do WCT, Darren O’ Rafferty e  Nathan Hedge que saíram recentemente de uma reforma antecipada para tentar novamente uma vaga na elite. Os dois venceram os seus heats e estão com surf para continuarem a fazer estragos nas próximas fases.

Com o início do round de 48 apareceu a primeira grande surpresa do dia. Joel Parkinson, seed número um de qualquer prova em que participe este ano, era derrotado pelo brasileiro Bino Lopes. “Parko” surfou muito neste heat, e conseguiu uma das melhores notas da fase, mas Lopes foi mais consistente e virou na última onda, deixando o campeão mundial num sólido segundo lugar.

Tiago Pires entrou na água pouco depois, mais uma vez a competir com surfistas que não estão no mesmo patamar competitivo que ele. Mas entre eles estava a nova bombinha do tour, Filipe Toledo, que promete dar muito trabalho no WCT mas não conseguiu acabar à frente do português. Saca apanhou poucas ondas neste heat mas fê-las contar e apesar de não ter ficado com um back up forte, fez uma nota de 8.5 na sua melhor onda e venceu com facilidade. Apesar de ainda ser cedo na prova, Saca provou neste campeonato que está em grande forma e que 2013 poderá vir ser o seu melhor ano no tour até agora!

O Burton Toyota Pro deve voltar esta noite (hora portuguesa), acompanha a performance de Tiago Pires em directo AQUI!

Heat de Tiago Pires do Roun de 24:
Heat 1

Bino Lopes
Tiago Pires
Jeremy Johnston
Damien Hobgood

Comentários

Os comentários estão fechados.