Boa estreia para os portugueses na Caparica | Dia 1

publicado há 2 anos por 0

CAPARICA-PRIMAVER-SURF-FEST-DIA-1

Foi um dia de grandes ondas que estreou a etapa portuguesa do Pro Junior da WSL, Caparica Primaver Surf Fest powered by O’Neill.

Sol, ondas boas e muito público é o que se procura num evento de surf e este não poderia ter sido mais “feliz” pois a praia estava cheia. Ao longo do dia viu-se grandes performances, de onde se destaca a de Kanoa Igarashi e o grom francês Charly Quivront. O norte-americano de origens nipónicas, Igarashi, normalmente compete neste circuito mas no seu país mas recentemente parece ter-se apaixonado pelo nosso país e não perde uma oportunidade de cá vir. O seu surf é do mais alto nível, tanto que todos os adversários que teve até agora ficaram a precisar de combinações para o alcançar.

Também Quivront mostrou o que vale, pontuando quatro notas excelentes em apenas um heat, terminando com a melhor média do dia. Mas os surfistas portugueses também estiveram muito bem, com destaque para Blanco, Fonseca, Fernandes e mesmo Coelho acabaram com médias acima dos 15 pontos. Tomás Fernandes, por exemplo, fez apenas duas ondas no seu heat mas fê-las contar bem pois a sua segunda e última garantiu-lhe 9 pontos e uma combinação sobre os seus adversários.

Alguma expectativa havia à volta do wildcard local, Afonso Antunes, que estava no heat 9 contra o seed mais alto da prova, Timo Bisso. Apesar de não ter avançado Afonso mostrou surf de qualidade, lembrando as primeiras etapas do Pro-Junior de Frederico Morais, que é claramente um dos casos de sucesso dos circuitos nacionais e europeus.

O dia terminou com mais uma vitória de um surfista português, Lourenço Alves, que será mais um de 11 surfistas em prova no segundo dia do Caparica Primaver Surf Fest powered by O’Neill. Acompanha tudo AQUI!

 

Comentários