A meses de fazer 4 anos desde a sua (primeira e) última vitória, Owen Wright volta a repetir o feito numa final histórica. Foi em 2011 a última vez que “Big O”, o maior surfista do tour, chegou às finais, tendo inclusivamente feito 3 de seguida contra Kelly Slater em Teahupoo, Nova Iorque e Trestles. Owen apenas venceu uma delas mas garantiu o maior prize money de sempre numa etapa, 300k USD.

Por diversas vezes mostrou potencial de vencer eventos, mas acabava sempre por não levar o seu “momentum” até ao fim. Em Fiji foi ao contrário e Wright começou com uma derrota (considerada injusta por muitos) logo no primeiro round. Mas a partir daí não parou mais. Bateu Aritz Aranburu num heat apertado no round 2, combinou “Ace” Buchan no round 3, fez 20 pontos no round 5 e no dia final bateu Joel Parkinson nos quartos de final e um inspirado Jeremy Flores nas meias.

O seu adversário na final era um dos grandes destaques do evento, Julian Wilson, que tinha feito uma média quase perfeita no round 4, batendo Slater e Taj Burrow. Para chegar à final Julian derrotou Ítalo Ferreira nos quartos de final e Burrow (novamente) nas meias. Já na final Wilson fez uma das suas piores exibições dos últimos tempos, fazendo todo o tipo de decisões erradas o que deixou a porta aberta para Wright fazer mais um heat perfeito.

A primeira onda de Owen seria quase suficiente para vencer o heat já que recebeu 7.5 e Julian acabaria com a média de 7.84. Um bom tubo e dois fortes carves foram suficientes para Wright conseguir a sua primeira nota excelente da final um pouco depois, 9.6. Passaram quase 15 minutos até aparecer outra onda de consequência e Julian, com a prioridade, optou pela primeira onda do set que não deu qualquer potencial de pontuação. O seu adversário veio logo na onda seguinte, e depois de um grande snap no outside fez um tubo que só poderia ter dado uma nota 10, e foi o que recebeu.

Poucos minutos depois mais do mesmo, Julian apanhou outra onda má e Wright ficou com prioridade para mais uma bomba. Com a final já ganha Owen arranca para mais um tubo e saiu várias secções mais à frente, recebendo mais uma nota 10 e ficando com o seu segundo heat perfeito (20 pontos) em dois dias!

Com a vitória Owen Wright passou para o 3º lugar do ranking, atrás de Adriano e Filipe. Com dois 5ºs lugares e uma vitória o australiano entra na disputa pelo título mundial e se há um surfista no top5 que tem tudo para se dar bem nas próximas 3 etapas o seu nome é (Big) Owen Wright!

Comentários

Os comentários estão fechados.