Com os quartos de final femininos já decididos o grande objectivo do quinto dia de prova era encontrar uma vencedora. Tendo isso em conta o Roxy Pro começou cedo e logo com um excelente confronto, Courtney Conlogue vs Stephanie Gilmore.

No ano anterior Courtney tinha-lhe “roubado” o lugar no top4 mas Gilmore não parece disposta a abdicar dessa posição. Apesar de não surfar com tanto power como Conlogue (ou Carissa), a australiana surfa com mais “flow” e encadeia as suas manobras como nenhuma das suas adversárias. Foi essa transição quase perfeita entre manobras que eliminou mais uma top4 do ranking neste evento, mas não seria a última vez que isso acontecia antes das meias finais…

Carissa é a “senhora” a abater nesta prova mas neste heat e, apesar de ter estado bastante vulnerável nesta segunda bateria do dia, eliminou Malia Manuel numa disputa de notas baixas. Mas a maior surpresa foi a eliminação da sua maior adversária em 2013, Tyler Wright, às mãos da sul-africana Bianca Buitendag. Tyler era a clara favorita mas não encontrou ondas boas. Por sua vez Bianca mostrou um surf de backside incrível, provando que tem potencial para disputar o título mundial, vencendo assim esta difícil bateria.

Para terminar a fase, mais uma surfista de olho no top4, Lakey Peterson, continuou com a sua forma avassaladora, derrotando com determinação a rookie do circuito Dimity Stoyle. Depois deste heat a prova ficou em stand by devido à inconsistência das ondas, que acabaram por não melhorar e a Roxy Pro não acabou.

É possível que o Roxy ou Quiksilver Pro arranque novamente dentro de horas, acompanha tudo em directo AQUI!

Comentários

Os comentários estão fechados.