Asing surpreende top2 do ranking e vence o Quik Pro France

publicado há 3 meses por 0

keanu-asing-vence-quiksilver-pro-france

Só faltavam 6 heats para acabar o Quiksilver e Roxy Pro France, mas não faltou emoção nesta fase final da prova.

Depois de dois lay days e vários calls o Roxy Pro France finalmente entrou na água e Tyler Wright venceu a sua bateria, ficando muito perto de conseguir o seu primeiro título mundial. E quando Carissa Moore eliminou a outra candidata ao título, Courtney Conlogue, na bateria seguinte, Tyler finalmente cumpriu o seu objectivo.

Depois de muita celebração entrou a primeira meia final do Quik Pro, que defrontava Keanu Asing e John John Florence. O líder do ranking era o claro favorito para vencer a bateria mas o (fisicamente) pequeno havaiano encontrou nas longas esquerdas do pico do campeonato talvez as únicas condições em que é superior a Florence. Keanu saía do base sempre com projecção em direcção da parede ou lip e tratou de fazer isso várias vezes, amealhando duas notas na casa dos 8 pontos muito rápidamente. Por sua vez John John tentava compensar com aquele seu flow, mas isso não se traduziu em manbras fortes e mesmo fazendo alguns reverses abusados perdeu a bateria.

De seguida Gabriel Medina e Kolohe Andino fizeram o seu 10º confronto no CT e apesar do californiano estar muito sharp, Gabriel está noutro nível e, com algumas ondas cheias de manobras e um alley oop, venceu.

A final feminina foi dominada por Carissa Moore que, tal com Asing, conseguiu encontrar semelhanças a uma onda que surfam muito no Havai e simplesmente destruiu de backside, vencendo pela primeira vez em França.

De seguida a incrível campanha de Keanu Asing continuou. Gabriel Medina estava de olho no prémio já que uma vitória o deixava a apenas 700 pontos de John John. Mas, enquanto que o brasileiro andou a transitar entre picos, Asing manteve-se fiel à seu seu backside e, mesmo sem ter conseguido notas muito altas, acabou por vencer. Foi o vencedor mais inesperado dos últimos anos e assim ainda conseguiu “compensar” o seu amigo, Florence, não deixando o seu principal adversário chegar mais perto.

Comentários