“Armada Lusa” perde 3 surfistas no Oakley Lowers Pro | Dia 2

publicado há 2 anos por 0

OAKLEY-LOWERS-PRO-2015-DIA-2

Como era previsto a ondulação aumentou um pouco e o segundo dia do Oakley Lowers Pro teve muita acção. No entanto, 6 dos 7 portugueses em prova competiram neste dia e metade seriam eliminados.

Tiago Pires foi o primeiro a competir e tinha pela frente o número 3 do ranking da WSL, Filipe Toledo, e ainda Dion Atkinson e Soli Bailey. Toledo actualmente vive em San Clemente e o seu surf sobressai em ondas como Trestles, fazendo dele o favorito para vencer a prova. Mesmo assim, e apesar de ter começado bem o seu heat, Filipe teve de “dar o litro” para recuperar a sua liderança que foi “roubada” pelo português graças a uma direita com grandes carves e um bom back up. Mas quando o brasileiro começou a soltar aéreos consecutivos voltou ao primeiro lugar com uma nota de 9.87, deixando Saca num sólido segundo lugar.

Marlon Lipke entrou mais ou menos uma hora mais tarde e juntou-se a outro ex-top do WCT, Heitor Alves, numa batalha de goofies VS regulares, contra Sebastian Zietz e Beyrick De Vries. O sólido surf de backside de Marlon foi suficiente para passar à frente de Zietz, numa batalha muito equilibrada entre 4 surfistas em grande forma.

De seguida Tomás Fernandes acabava por se tornar na primeira baixa da “armada lusa” em Trestles. O surfista da Ericeira começou bem o heat, com uma esquerda muito bem surfada com algumas pauladas e snaps de backside e parecia estar preparado para avançar para a fase seguinte. Mas foi um heat de poucas ondas e mesmo surfando bem a sua segunda onda, uma direita com pouco potencial, apenas ocupou a segunda posição temporariamente. No final foi a escassez de ondas que lhe foi “fatal”, já que apenas precisava de uma de 4.5 para avançar e não conseguiu apanhar mais qualquer onda.

Vasco Ribeiro acabaria por “vingar” a derrota do seu amigo com a única vitória do dia entre os portugueses. Num heat com tão poucas ondas que obrigou a um “reestart”, Vasco aproveitou bem a primeira onda “decente” que apanhou na sua vida em Lowers e surfou-a como se estivesse em casa, com uma série de manobras no lip a projectar muita água. Na sua terceira onda conseguiu fazer um bom back up e assim venceu a bateria deixando Ezekiel Lau em segundo.

Nicolau Von Rupp liderou grande parte do seu heat e mesmo nos último minutos mantinha-se no primeiro lugar da bateria. Infelizmente Jack Freestone e Tanner Gudauskas fecharam as suas prestações com ondas de 8.03 e 7 e roubaram as duas primeiras posições, deixando Nic de fora.

E como não há duas sem três, neste caso eliminações, Zé Ferreira também ficou de fora. O surfista do Guincho fez duas ondas muito boas mas os seus três adversários terminaram a bateria com ondas muito perto do excelente, deixando o português em quarto lugar.

Frederico Morais encontrava-se no 20º heat do round 1, mas a prova não chegou aí! Acompanha o resto do Oakley Lowers Pro em directo AQUI!

Comentários